Mundo do futebol dá último adeus a Tito Vilanova em missa em Barcelona

  • Por Agência EFE
  • 28/04/2014 18h18

Jogadores do barcelona de reúnem para dar último adeus a Tito Vilanova em funeral do treinador

Jogadores do Barcelona dão o último adeus a Tito Vilanova

Parentes, amigos, fãs, representantes do mundo político e esportivo, assim como a direção e todo o elenco do Barcelona se despediram de Tito Vilanova, que morreu na semana passada, em missa realizada nesta segunda-feira.

Segundo o Barça, cerca de 1.500 pessoas acompanharam a missa funeral na Catedral da capital catalã, que foi celebrada pelo arcebispo de Barcelona, o cardeal, Lluís Martínez Sistach.

A cerimônia contou com a presença da esposa de Vilanova, Montse, seus filhos, Carlota e Adrià, assim como os pais e irmão de Tito, que no sábado passado já haviam participado de ato íntimo no Castelo de Peralada, na cidade de Girona.

Entre os profissionais do Barcelona estavam os assistentes técnicos Aureli Altimira e Jordi Roura. Este último, inclusive, assumiu o comando do time quando Vilanova teve recaída em sua luta contra o câncer e foi se tratar em Nova York.

Roura, que conheceu Tito Vilanova em La Masia, quando jogavam nas categorias de base do Barcelona, leu uma emocionante carta de despedida dirigida ao amigo.

“Admirava sua coragem, nunca titubeou. O único momento que o vi indeciso foi quando convidou Montse para sair, o amor de tua vida, que o acompanhou até o final”, disse Roura, que lembrou passagens de quando moravam no alojamento de jogadores do Barcelona.

Diante dos muito pedidos para acompanhar a cerimônia, a capacidade da igreja teve de ser ampliada para 1.500 pessoas. Por isso, no exterior da igreja, na praça da Catedral, foram colocadas telões onde centenas de pessoas assistiram ao vivo a missa.

Além dos membros da atual diretoria, os ex-presidentes Agustí Montal, Josep Lluís Núñez, Joan Gaspart, Enric Reyna, Joan Laporta e Sandro Rosell compareceram para dar seu último adeus ao ex-técnico.

Os jogadores do time juvenil do Barcelona, em que joga o filho de Vilanova, assim como os capitães e treinadores das demais categorias de base, e claro da equipe principal, também estiveram presentes na cerimônia.

O presidente do governo da Catalunha, Artur Mas, o prefeito de Barcelona, Xavier Trias, lideraram a comitiva de autoridades políticas da região.

Representantes de diversos clubes Espanha fizeram questão de prestar homenagem a Vilanova. Entre eles se destacaram os do Real Madrid e do Espanyol, maiores rivais do Barcelona.

A cerimônia terminou com um emocionante discurso de Carlota e Adrià, os filhos do ex-treinador, que lembraram um pouco do pai.

“Era nosso herói, nosso modelo a seguir”, disse a jovem, entre lágrimas. O irmão classificou seu pai como “um exemplo de jogador e pessoa”.

Com esta cerimônia se encerraram os atos oficiais em homenagem a Tito Vilanova, que já havia sido lembrado no fim de semana, quando 53 mil pessoas compareceram ao estádio Camp Nou, em Barcelona.