Muricy elogia Luis Fabiano e diz que elenco aceita bem mudanças no time

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2014 08h18

Técnico elogiou Rogério CeniMuricy elogia Luis Fabiano e diz que elenco aceita bem mudanças no time

O São Paulo vem numa maratona forte de jogos nas últimas semanas por conta da disputa do título tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Copa Sul-Americana. No último domingo, Muricy Ramalho mexeu na equipe titular e poupou alguns jogadores no ótimo resultado de 2 a 1 sobre o Vitória, em Salvador, com destaque para Luis Fabiano, autor de um gol e uma assistência para o tento de Kaká.

O técnico fez questão de elogiar o veterano de 34 anos – completados no último sábado – e não descartou a possibilidade dele iniciar a partida contra o Internacional, na próxima quarta-feira, no Estádio do Morumbi.

“Ele fez uma função boa, fazia tempo que ele não jogava sem a bola. É difícil para um centroavante ocupar um espaço. Todos têm que ocupar o espaço sem a bola. Ele brigou muito. A gente vai ver o que vai fazer. Estamos revezando um pouco o time, temos grandes jogadores que ficaram fora hoje. O Luis jogou bem e agora a gente vai ver se mexe no time. Aqui todo mundo tem a cabeça feita que todas as mudanças são para o bem do time. Se tiver que ficar fora, o jogador aceita”, garantiu.

O treinador ressaltou o ótimo ambiente no clube para poder fazer as mudanças no time sem que ninguém fique reclamando. Muricy contou que conversou com todos os atletas para informar que iria fazer algumas alterações e ninguém rebateu, aceitando tranquilamente a sua decisão.

“Simples, o futebol. Se você tem grandes jogadores como nós temos e como tínhamos ano passado, mas tínhamos um ambiente muito ruim de jogadores que não se comprometeram com o clube e brigou para não cair. Esse grupo é muito bom, sabe que o técnico não tem preferência, escalo quem eu acho que é bom para o time. Conversei muito com eles ontem, que ia mexer mesmo e todos aceitam. Aceitam porque sabem que o técnico tem experiência nesse sentido. Nosso ambiente é excelente. Ambiente no futebol é tudo”, completou.

Um dos grandes nomes do jogo, o goleiro Rogério Ceni, também foi lembrado pelo técnico. Vendo o veterano de 41 anos atuar desde o início da carreira nos anos 90, Muricy Ramalho lamentou a decisão do arqueiro parar ao fim da temporada. Com grandes defesas ante os baianos, Ceni garantiu a vitória e a caça ao Cruzeiro.

“Ano passado ele também falou de se aposentador, e fizemos o jogo contra a Universidade Católica no Chile e ele pegou tanto naquele jogo que não era possível ele parar. Conversei com ele no final do ano e ele aceitou permanecer. Quando a gente vê um goleiro desse nível, acho que ele sinceramente é o melhor goleiro do Brasil nesse ano. Ele é perfeito tecnicamente. Ele corta caminho, é muito técnico. Pena que ele já tomou essa decisão, não sei se é definitivo, pena que não só o São Paulo, o futebol vai perder um dos melhores goleiros. Ele está numa fase excelente”, finalizou.