Na altitude, Vélez encara The Strongest e tenta manter aproveitamento de 100%

  • Por Agencia EFE
  • 10/03/2014 20h45

La Paz, 10 mar (EFE).- O Vélez vai à La Paz para enfrentar o The Strongest nesta terça-feira, às 21h15 (horário de Brasília), pela terceira rodada do Grupo 1 da Taça Libertadores, a fim de defender os 100% de aproveitamento na competição.

O time argentino vem de vitórias sobre Universitário (PER) e Atlético-PR, e soma seis pontos. A equipe da Bolívia vem logo atrás, com três, assim como o Furacão, terceiro colocado. Em último está o time peruano, que ainda não pontuou.

Para o jogo de amanhã, o técnico José “Turu” Flores utilizará uma equipe mista, formada em sua maioria por jogadores habitualmente reservas, como forma de evitar lesões devido à intensa sequência de jogos.

Chama a atenção o fato de dez dos 11 titulares serem revelados no Vélez. A única exceção é o lateral-direito Juan Sábia. Se contarmos toda a delegação de 18 jogadores, só Martín Perafán também não foi formado no clube.

Uma vitória do time argentino permitira a consolidação na primeira posição, com a classificação para as oitavas de final bem encaminhada. Porém, se o The Strongest vencer, ficarão empatados em número de pontos.

E é isso que a equipe da Bolívia vai buscar. Vindos de uma vitória sobre o Universitário, o time quer mostrar mais uma vez sua força em casa, na altitude de cerca de 4 mil metros da capital boliviana, para continuar pontuando.

Focado neste jogo, o técnico Eduardo Villegas poupou os titulares na derrota para o Guabira, pelo Torneio Final do Campeonato Boliviano. Segundo o treinador, as armas do time para conseguir vencer amanhã serão a velocidade e a forte marcação contra o rival.

A principal novidade no time é ao retorno do goleiro Daniel Vaca, que não jogou contra Atlético-PR e Universitário devido a uma suspensão.

None

Prováveis escalações:.

The Strongest: Daniel Vaca; Enrique Parada, Jefferson Lopes, Marcos Barreira e Diego Wayar; Nelvin Soliz, Raúl Castro, Alejandro Chumacero e Ernesto Cristaldo; Pablo Escobar e Boris Alfaro. Técnico: Eduardo Villegas.

Vélez: Alan Aguerre; Juan Sábia, Matías Pérez Acuña, Facundo Cardozo e Gonzalo Piovi; Leonardo Rolón, Leandro Desábato, Leandro Vera, Jorge Correa; Brian Ferreira e Roberto Nanni. Técnico: José Flores.

Árbitro: Julio Bascuñán (CHI), auxiliado pelos compatriotas Francisco Mondria e Marcelo Barraza.

Estádio: Hernando Siles, de La Paz. EFE