Na estreia de Oswaldo de Oliveira, Corinthians bate lanterna América-MG por 2 a 0

  • Por Estadão Conteúdo
  • 16/10/2016 20h58
SP - BRASILEIRÃO/CORINTHIANS X AMÉRICA MINEIRO - ESPORTES - Comemoração do gol de Romero, do Corinthians, marcado diante do Atlético Mineiro, durante partida válida pela 31ª Rodada do Campeonato Brasileiro, realizada na Arena Corinthians (Itaquerão), em Itaquera, zona leste da capital paulista, neste domingo. 16/10/2016 - Foto: BRUNO ULIVIERI/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDORomero abre o placar para o Corinthians diante do lanterna América-MG

O técnico Oswaldo de Oliveira não deu sopa para o azar. Em sua estreia no comando do Corinthians, neste domingo, a equipe jogou para o gasto, mas soube se impor diante do fraco América-MG e venceu por 2 a 0, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, com gols do atacante paraguaio Romero e do meia Rodriguinho.

Após ter a sua contratação bastante contestada entre conselheiros, diretores e torcida, era fundamental que Oswaldo de Oliveira começasse a sua trajetória no Corinthians com uma vitória, ainda mais pelo fato de o adversário deste domingo ser o lanterna do Brasileirão e estar quase rebaixado à Série B.

A fragilidade do adversário e o pouco tempo de trabalho de Oswaldo de Oliveira no clube (o treinador chegou na última sexta-feira) dificultam projeções sobre o futuro do Corinthians no Brasileirão e na Copa do Brasil. Mas a esperança de classificação para a próxima Copa Libertadores continua viva e a equipe colou de vez no G6, com 48 pontos.

A chegada do novo treinador também pode significar o “renascimento” de alguns jogadores. É o caso de Romero, que abriu caminho para a vitória. O paraguaio chegou aos 16 marcados no Itaquerão e se isolou como maior artilheiro do estádio, deixando o peruano Guerrero para trás.

Outro jogador que esteve bem e pode ser protagonista com Oswaldo de Oliveira é Guilherme. Com liberdade, ele circulou por todos os setores do ataque e deu passes precisos para os dois gols da equipe, ambos marcados ainda no primeiro tempo.