Na semana de despedida, Cuca nega problemas de relacionamento no Palmeiras

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/12/2016 18h40
SP - TREINO/PALMEIRAS - ESPORTES - Na foto o técnico Cuca da SE Palmeiras durante treinamento nesta terça-feira (06) na Academia de Futebol no bairro da Barra Funda em São Paulo (SP). 06/12/2016 - Foto: JALES VALQUER/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOCuca afirma novamente que está se desligando do Palmeiras por questões pessoais

Em sua primeira entrevista para explicar a saída do Palmeiras depois da conquista do título brasileiro, Cuca negou problemas de relacionamento com os jogadores ou com a diretoria. O treinador reafirmou que está se desligando no clube unicamente por problemas pessoais.

“A gente escuta muita coisa em cima de ambiente. [Ele] Não se dá com esse ou com aquele. Tive o melhor ambiente melhor possível com 39 jogadores. Obviamente, a gente não vai agradar todos, nem era nosso propósito. Temos situações do dia a dia e correções, mas nunca tive problemas”, afirmou o treinador em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira na Academia de Futebol.

O treinador anunciou a saída do clube dois dias após a conquista do título brasileiro, o primeiro do Palmeiras em 22 anos. Ao longo da campanha, pessoas próximas ao elenco chegaram a afirmar que o estilo exigente do treinador teria incomodado alguns jogadores. Publicamente, Cuca se desentendeu com Dudu, que se tornaria capitão do time ao longo da campanha.

Cuca também negou atritos com o presidente Paulo Nobre. “Tem gente que fala que eu tinha problemas de relacionamento com o presidente. Nunca tive problemas com o Paulo”, afirmou o técnico.

Para reafirmar o clima amistoso em sua despedida, o treinador disse que está à disposição para ajudar na transição para o próximo treinador. O Palmeiras ainda não anunciou o substituto oficialmente, mas tem conversas adiantadas com Eduardo Baptista, que se desligou da Ponte Preta. “Estou aberto para transição. Gosto do Eduardo, se for ele o treinador. Todos podem contar comigo”, disse Cuca.