Nadal e Djokovic sofrem, mas reagem e vão às semifinais em Doha

  • Por Agência EFE
  • 07/01/2016 21h59
EFE Nadal precisou ir ao terceiro set para vencer o russo Andrey Kuznetsov e garantir a vaga

O tenista espanhol Rafael Nadal, com difícil vitória em três sets, e o sérvio Novak Djokovic, que evitou o tie-break com ajuda de falhas de seu adversário em momentos decisivos, se classificaram nesta quinta-feira para as semifinais do ATP 250 de Doha, assim como o ucraniano Illya Marchenko e o tcheco Tomas Berdych.

Nadal, que derrotou o russo Andrey Kuznetsov, número 79 do ranking mundial, por 6-3, 5-7 e 6-4 em duas horas e sete minutos, vai encarar Marchenko em disputa por um lugar na decisão. O ucraniano, 94º da classificação da ATP, é o único semifinalista que não é cabeça de chave do torneio. Hoje, ele superou o francês Jeremy Chardy, sétimo favorito, por 6-3 e 7-6(3).

Por sua vez, Djokovic ganhou de Leonardo Mayer por 6-3 e 7-5 em duelo no qual o argentino abriu vantagem no início de cada set, sendo que no segundo chegou a sacar com 5-4 a seu favor. Porém, o líder do ranking mostrou frieza nos momentos decisivos, ao contrário do argentino, que falhou e sofreu a virada.

Na semifinal, o sérvio vai encarar Berdych. O terceiro cabeça de chave não tomou conhecimento do britânico Kyle Edmund e venceu por 6-3 e 6-2 pelas quartas de final em 1 hora e 21 minutos.