Nadal e Nishikori vencem com tranquilidade e avançam em Indian Wells

  • Por Estadão Conteúdo
  • 12/03/2017 19h15

Nadal venceu Guido Pella e se garantiu na terceira rodada do Masters 1000

Nadal venceu Guido Pella e se garantiu na terceira rodada do Masters 1000

Rafael Nadal não deu qualquer chance para a surpresa neste domingo. Após Andy Murray ser surpreendido pelo canadense Vasek Pospisil na noite de sábado, o espanhol entrou com atenção redobrada e despachou o argentino Guido Pella com facilidade, garantindo-se na terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells, disputado em quadras duras, nos Estados Unidos. 

Quinto favorito e sexto colocado no ranking da ATP, Nadal venceu Pella, 145º do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em 1 hora e 21 minutos. Seu próximo adversário sairá do duelo entre o seu compatriota Fernando Verdasco e o francês Pierre-Hugues Herbert, algoz do brasileiro Thomaz Bellucci na primeira rodada.

Os demais favoritos que já entraram em quadra neste domingo também não tiveram dificuldades e venceram por 2 sets a 0. O japonês Kei Nishikori, quinto do ranking, despachou o britânico Daniel Evans, por 6/3 e 6/4, e encara agora Gilles Muller, de Luxemburgo, que eliminou o checo Jiri Vesely por 7/6 (7/1) e 6/1

Também com muita tranquilidade, o francês Lucas Pouille, 14º cabeça de chave, derrotou o alemão Jan-Lennard Struff por 6/3 e 6/2, enquanto o também alemão Alexander Zverev, 18º favorito, ganhou do argentino Facundo Bagnis por 7/6 (12/10) e 6/3.

A única exceção entre os cabeças de chave veio com a eliminação do espanhol Marcel Granollers. Diante do turco Malek Jaziri, o 32º favorito foi surpreendido e perdeu por 7/5 e 6/3.

DUPLAS – Também neste domingo, o brasileiro Marcelo Melo estreou na chave de duplas do Masters 1000 de Indian Wells com uma fácil vitória. O mineiro e o polonês Lukasz Kubot superaram o italiano Paolo Lorenzi e o espanhol Albert Ramos por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 57 minutos. 

Na próxima rodada, Melo e Kubot terão pela frente o canadense Vasek Pospisil e o norte-americano Steve Johnson.