Nadal passa fácil por argentino e pegará Thiem na final em Barcelona

  • Por Estadão Conteúdo
  • 29/04/2017 13h59
Rafael Nadal ainda não foi derrotado no saibro em 2017

O espanhol Rafael Nadal não teve maiores dificuldades para confirmar o favoritismo e ir à final do Torneio de Barcelona, sua segunda seguida neste princípio de temporada no saibro. Neste sábado, o tenista fez a festa da torcida da casa ao derrotar o argentino Horácio Zeballos por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em pouco mais de uma hora e meia.

Terceiro cabeça de chave da competição, Nadal mostrou mais uma vez por que é considerado o rei do saibro, piso no qual segue imbatível em 2017. Este é apenas o segundo torneio da ATP disputado por ele neste tipo de quadra no ano, o que faz com que tenha um retrospecto perfeito, com nove vitórias em nove partidas. O ótimo momento do tenista no terreno argiloso acontece às vésperas de Roland Garros, Grand Slam que começará em um mês.

No último fim de semana, Nadal superou Albert Ramos Viñolas para conquistar seu décimo troféu no Masters 1000 Montecarlo. Em seu país, em Barcelona, ele segue em grande fase, e com o triunfo deste sábado, está a apenas uma partidas de faturar também seu décimo título por lá.

Para levar a melhor, o tenista precisou superar a principal surpresa da competição. Zeballos é apenas o número 84 do mundo e passou por dois cabeças de chave (o português João Sousa, 15.º, e o francês Benoit Paire, 17.º) para chegar à semifinal.

Mas diante do quinto colocado do ranking, não teve jeito. Amplamente superior, Nadal impôs seu estilo no saibro e disparou para a vitória ao confirmar duas das cinco oportunidades de quebra que teve. Pesou contra Zeballos a incapacidade de confirmar os cinco break points que conquistou.

Com o triunfo, Nadal também desempatou o confronto direto com Zeballos, já que cada um dos tenistas havia vencido uma das duas partidas anteriores entre eles. Agora, o espanhol terá pela frente o austríaco Dominic Thiem, que eliminou o líder do ranking Andy Murray na semifinal deste sábado.

Quarto cabeça de chave em Barcelona, Thiem promete ser um rival bem mais complicado para Nadal. No confronto direto, no entanto, o espanhol leva vantagem, com duas vitórias em três jogos disputados.