Nadal precisa de 4h para superar alemão de 19 anos e avançar em Melbourne

  • Por Estadão Conteúdo
  • 21/01/2017 12h38

Nadal venceu o jovem Alexander Zverev somente no quinto set

Nadal venceu o jovem Alexander Zverev somente no quinto set

Rafael Nadal teve trabalho, mas venceu um dos grandes nomes da nova geração do tênis neste sábado. Pela terceira rodada do Aberto da Austrália, o espanhol, agora nono do ranking mundial, precisou de quatro horas e oito minutos para superar o jovem Alexander Zverev, alemão de apenas 19 anos e que já é o 24º do mundo. O duelo só foi decidido no quinto set e teve parciais de 4/6, 6/3, 6/7 (5/7), 6/3 e 6/2.

Na próxima rodada, de oitavas de final, Nadal joga contra Gael Monfils, sexto cabeça de chave, que também eliminou um alemão neste sábado, Philipp Kohlschreiber, por 3 a 1, com parciais de 6/3, 7/6 (7/1) e 6/4, de virada. No histórico do duelo entre Nadal e o francês, são 12 vitórias para o espanhol, contra apenas duas do rival, a última delas há cinco anos.

Contra Zverev, Nadal só havia jogado uma vez, em Indian Wells do ano passado, quando o espanhol teve dificuldades para vencer por 2 a 1, de virada. Por isso, o campeão do Aberto da Austrália de 2009 e três vezes finalista sabia que não teria uma tarde tranquila em Melbourne.

O espanhol foi quebrado logo no primeiro game por um Zverev que sacou bem em todo o primeiro set para fechar em 6/4. Nadal só foi conseguir uma quebra no início do segundo set, quando enfim conseguiu mostrar seu jogo, empatando o confronto com um 6/3.

No terceiro set, os dois jogadores confirmaram seus serviços sem dificuldades. No tie-break, deu Zverev. Apesar dos 30 anos e das recorrentes dificuldades físicas, Nadal teve mais fôlego para aguentar os dois últimos sets. 

Nadal conseguiu uma quebra logo de cara no quarto set, salvou um break point e caminhou para empatar a partida com um 6/2. No quinto e decisivo set, Nadal abriu 2/0, mas permitiu o empate. O quinto game acabou sendo fundamental. Longo, de quase 10 minutos, foi vencido por Nadal, que a partir daí venceu também os games seguintes e fechou a partida.

OUTROS JOGOS – Número 3 do ranking mundial, o canadense Milos Raonic também está nas oitavas de final do Aberto da Austrália. Neste sábado, ele precisou de 2h34min para derrotar o francês Gilles Simon (25.º do ranking) por 6/2, 7/6 (7/5), 3/6 e 6/3 e passar para a próxima fase. Ele vai enfrentar o espanhol Roberto Bautista Agut (14º), que venceu seu compatriota David Ferrer (23º) por 7/5, 6/7 (6/8), 7/6 (7/3) e 6/4.

Cabeça de chave número 8, o austríaco Dominic Thiem, caçula do Top 10 com apenas 23 anos, avançou às oitavas ao ganhar do francês Benoit Paire (47º) por 3 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6, 6/4 e 6/4. Ele encara o belga David Goffin (11º), que passou fácil pelo croata Ivo Karlovic (21.º), por 3 a 0: 6/3, 6/2 e 6/4

Já o usbeque Denis Istomin, algoz de Novak Djokovic na segunda rodada, fez mais um algoz. O veterano de 30 anos precisou de cinco sets para vencer o espanhol Pablo Carreño Busta (31º) por 6/4, 4/6, 6/4, 4/6 e 6/2, em 3h27min. Istomin, que é só o 117º do mundo, subirá pelo menos até o Top 80 do ranking após o grand slam. Na próxima rodada, ele enfrenta o vencedor do duelo entre Richard Gasquet e Grigor Dimitrov.