Napoli responde declaração de Aidar e promete entrar na Justiça

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2014 15h52
Carlos Miguel AidarCarlos Miguel Aidar

O Napoli soltou um comunicado na manhã desta quinta-feira em represália aos comentários do presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, que em entrevista exclusiva a Rádio Jovem Pan disse que o meia Paulo Henrique Ganso não sairia do clube “nem com todo o dinheiro da Camorra” (máfia da região de Nápoles). O clube italiano prometeu acionar a Justiça contra o mandatário Tricolor.

Afirmando que nunca houve nenhuma negociação com o camisa 9 do clube do Morumbi, os napolitanos reclamaram do tom usado por Aidar, que segundo eles “ofende a imagem e a história de uma companhia gloriosa e prestigiosa”.

No comunicado, o terceiro colocado do último Campeonato Italiano revelou que irá “proteger” a imagem do clube. Vale lembrar que o Napoli processou o jornal inglês “Guardian” por conta do mesmo termo usado pelo presidente do São Paulo.

Confira o comunicado na íntegra:

Sobre as declarações do presidente do São Paulo, que ofendeu a imagem e a história de uma companhia gloriosa e prestigiosa como o SSC Napoli, a única coisa que nós podemos dizer é que cada um é qualificado pelo o que faz e diz. Esse comunicado não merece mais atenção do que nós damos com essa nota. Além do que já foi dito, é claro, nunca existiu qualquer negociação pelo jogador Ganso que nós tenhamos cuidado.

Em qualquer caso, as declarações ofensivas e fanáticas do Sr. Carlos Miguel Aidar já estão sob a consideração do departamento legal do Napoli, que vai tentar proteger a imagem do clube, em qualquer tribunal, seriamente difamada pelas palavras ditas pelo presidente do São Paulo.