Nara vence “prova de resistência” contra Zakopalova e é campeã do Rio Open

  • Por Agencia EFE
  • 23/02/2014 16h42

Rio de Janeiro, 23 fev (EFE).- A final feminina do Rio Open de tênis acabou se tornando uma “prova de resistência” neste domingo devido ao calor de quase 35 graus no complexo montado no Jockey Club, na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, e a japonesa Kurumi Nara ficou com o título ao se mostrar mais inteira que a tcheca Klara Zakopalova.

Nara conquistou o primeiro título da carreira com uma vitória por 2 sets a 1, com parciais de 6-1, 4-6 e 6-1, após 2h04min de jogo. Já a tcheca vive uma síndrome de “vices”, pois disputou a 14ª decisão da carreira e foi derrotada pela 12ª vez.

Cabeça de chave número 1, Zakopalova não acusou os efeitos do calor ao longo da semana e até chegou a dizer que gosta de jogar em altas temperaturas. No entanto, hoje ela se sentiu mal e chegou a chorar durante o segundo set devido a isso.

A primeira etapa foi um verdadeiro massacre da japonesa, quinta favorita, que com seu jogo de troca de bolas perdeu apenas um game. No segundo set, com um festival de quebras de saque, Nara se mantinha à frente tanto no placar quanto na parte física. Perdendo por 4-3 e com uma quebra de desvantagem, Zakopalova começou a chorar devido aos efeitos do calor intenso.

Quando se podia esperar a arrancada da asiática para uma vitória fácil, a primeira cabeça de chave reagiu, conseguiu a virada e levou a decisão para o terceiro set.

O “renascimento” da primeira favorita, no entanto, não durou muito. A última parcial começou com uma quebra para cada lado, mas a partir daí Nara não deu qualquer chance à adversária, levou a melhor em todos os games e fechou a “prova”. EFE