Nasr prevê corrida “em casa” em Abu Dabi, mas evita criar expectativa

  • Por Agência Estado
  • 16/11/2015 10h00
13º colocado no GP do Brasil

Depois de receber o carinho da torcida brasileira no Autódromo de Interlagos, Felipe Nasr espera mais uma vez correr “em casa” na próxima etapa – a última – da temporada 2015 da Fórmula 1. De origem libanesa, o piloto diz que vai se sentir “à vontade” no GP de Abu Dabi, daqui a duas semanas, no dia 29.

“O pessoal sempre me recebe bem lá. É uma cultura com a qual eu já estou um pouco mais familiarizado, é bem tradicional da nossa família. Internamente, temos na nossa família uma harmonia grande, que vem da tradição libanesa. Adoro a cultura, a comida. Para mim, é mais uma corrida em que eu me sinto à vontade”, afirma o piloto da Sauber. 

Apesar da proximidade cultural, Nasr conhece pouco o Circuito de Yas Marina. Só correu lá uma vez, em um treino pela Williams, da qual era piloto reserva, no ano passado. “Fiz apenas um treino pela Williams lá. Não faço ideia de como vai ser com a Sauber”, diz o brasileiro, que também fizera sua estreia como piloto titular da F1 em Interlagos, no domingo. 

“Sei que é uma pista de muita baixa velocidade. O jeito de se antecipar é preparar um carro com bastante estabilidade nas curvas de baixa. Claro que tem alguns pontos que faltam no nosso carro”, afirma, admitindo as limitações do seu carro. 

Por essa razão, evita criar expectativa para a última corrida do ano. Ele espera ao menos somar pontos para sustentar a 13º colocação no campeonato e a 8ª posição no Mundial de Construtores, à frente da McLaren. “Vou tentar de tudo para manter os carros da McLaren atrás e manter minha posição no campeonato”, projeta o brasileiro, 13º colocado no GP do Brasil.