Neymar marca, Suárez brilha e Barça fica perto da semi ao vencer o PSG

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2015 17h38
Neymar e Suárez marcaram os gols da importante vitória do Barça fora de casa

Barcelona e PSG entraram no Parque dos Príncipes, na tarde desta quarta-feira (15), para se enfrentar pela quinta vez na Liga dos Campeões nos últimos dois anos. E, como aconteceu na maioria das outras vezes, o time espanhol é quem se deu bem. Especialmente porque tem Messi, que serviu Neymar no primeiro gol; e porque tem Luís Suárez, autor de dois golaços. O super-ataque dos catalães construiu a vitória por 3 a 1 sobre os franceses, o que deixa o confronto das quartas de final quase decidido.

Desde os primeiros movimentos, o Barcelona fez o que sabe fazer de melhor: dominar a posse de bola e tocar de um lado para o outro buscando espaços. O adversário recuou muito, marcando com duas linhas de quatro e deixando o jogo acontecer em seu campo de defesa. Parecia questão de tempo para as chances de gol aparecerem, e assim foi. Aos 13 minutos, Messi recebeu na entrada da área e bateu colocado para acertar a trave direita de Sirigu.

Se Messi não marcou por pouco, como armador teve mais sucesso. Em jogada rápida, o argentino encontrou Neymar com liberdade pela esquerda. O brasileiro dominou e só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro para abrir o placar. Em desvantagem, só restou ao PSG avançar ao ataque. O problema é que o Barça se mostrou bem colocado na defesa, e impediu que o rival criasse uma pressão, principalmente com os desarmes de Mascherano. Cavani tentou completar alguns cruzamentos, estratégia mais usada pelo time francês, mas não conseguiu dar trabalho a Ter Stegen.

O panorama não mudou muito no segundo tempo. O PSG tomou a iniciativa com chutes de fora da área nos primeiros minutos, mas aos poucos viu o Barça reequilibrar as ações. E, para desequilibrar, só mesmo a habilidade de um jogador diferenciado. Esse jogador foi Luís Suárez: o atacante driblou dois marcadores, com direito a caneta em David Luiz, invadiu a área e chutou para marcar, com a contribuição do goleiro, que tocou na bola e não evitou seu caminho em direção ao gol.

O time francês sentiu o baque e ficou indefeso, esperando o nocaute. E ele veio, novamente com Luís Suárez, novamente com caneta em David Luiz, agora saindo na cara do gol e chutando forte no ângulo. Golaço do uruguaio. Mas, para não dizer que o confronto estava totalmente decidido, Van Der Wiel aproveitou uma sobra para finalizar de fora da área. Mathieu desviou com o pé esquerdo e matou Ter Stegen.

O PSG ainda teve uma boa chance ao final da partida, mas Cavani e Lavezzi foram travados na hora certa. O placar permaneceu intacto até o apito final. Com a vitória, o Barça fica muito perto de uma vaga na semifinal da Liga dos Campeões. O jogo da volta, no Camp Nou, acontece na próxima terça-feira, dia 21, e o PSG terá de vencer por três gols de diferença para reverter a situação.