Nick Diaz acredita que levará surra de Anderson Silva mesmo vencendo luta

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2015 15h51

Norte-americano diz não gostar de entrar num combate como favorito

Nick Diaz acredita que levará surra de Anderson Silva mesmo vencendo luta

Em entrevista aos jornalistas durante o “media day” do UFC 183, o norte-americano Nick Diaz mostrou que não é um cara de discurso pronto no momento em que pega o microfone na mão. Adversário de Anderson Silva no próximo sábado, no MGM Grand, em Las Vegas, o peso meio-médio afirmou que provavelmente levará uma surra do brasileiro, mesmo que saia vencedor do combate.

“As pessoas querem dizer que eu sou irresponsável, mas seria irresponsável eu entrar lá e levar uma surra, o que provavelmente vai acontecer independentemente (do que eu faça), vencendo ou perdendo, como em todas as lutas que já fiz. Não quer dizer que eu não antecipe o pior cenário, como sempre faço. Não vou sentar aqui e dizer, ‘Vou entrar lá e nocautear esse cara, fazer o que já fiz’, falar todas essas maluquices. Isso seria loucura, não estou tentando dizer isso, quero dizer o que está realmente acontecendo para vocês”, comentou.

Ciente de que não é o favorito para sair com o braço erguido após o combate contra Silva, o ex-campeão do Strikeforce compara o momento do veterano de 39 anos com o do personagem cinematográfico Rocky Balboa, apontando o duelo com o mais importante da carreira do lendário peso-médio do Ultimate.

“Não gosto de fazer lutas que acham que eu tenho que vencer. Nunca fiz uma luta que acharam que eu ia vencer. No Strikeforce, houve algumas lutas em que as pessoas achavam que eu ia vencer, e eu pensava, ‘Ótimo, agora tenho que vencer…’ Agora, esse cara vive uma história tipo a do ‘Rocky’ e eu tenho que vencer? Já tinha de vencer todas essas vezes, mas esta é a luta da vida dele. Mesmo caras que tinham nomes menores que o meu, eram as lutas das vidas deles”, explicou.

Os dois rivais ficam frente à frente na noite desta sexta-feira, quando farão a pesagem oficial do evento. Anderson não luta desde dezembro de 2013, quando fraturou a perna no segundo combate contra Chris Weidman. Diaz também vem de um longo período de inatividade. Ele não sobe ao octógono do UFC desde março de 2013, quando foi derrotado por Georges St. Pierre.