Nishikori faz jogo duro, mas abandona e permite tetra de Nadal em Madri

  • Por EFE
  • 11/05/2014 17h53
Nadal vence Nishikori e é tetracampeão no Masters de Madri

Um dos melhores tenistas da história, Rafael Nadal está com seu currículo ainda mais vitorioso. Neste domingo, o atleta espanhol soube tirar proveito das más condições físicas do japonês Kei Nishikori, que abandonou o jogo por causa de dores nas costas, para triunfar por 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 6/4 e 3/0, e garantir seu quarto troféu do Masters 1000 de Madri, sendo o segundo de maneira consecutiva.

Algoz de três atletas espanhóis na disputa do Masters 1000 de Madrid desta temporada, Nishikori esteve próximo do título do torneio. Entretanto, após ter grande desempenho no primeiro set e sucumbir na parcial seguinte, o atleta asiático deixou a quadra devido a problemas físicos e deu o título ao competidor da casa.

As dores nas costas, que inclusive geraram câimbras na perna esquerda, atrapalharam o atleta de 24 anos que vivia grande semana. Campeão do ATP 500 de Barcelona, ele vinha de três vitórias sobre espanhóis – Guillermo García-López, ainda na segunda rodada, Feliciano López, nas quartas, e David Ferrer, nas semifinais.

Até que chegaram os problemas físicos, o duelo foi comandado por Nishikori, que dominou o primeiro set e venceu por fáceis 6/2. Na segunda parcial, o tenista asiático teve uma quebra de frente e abriu 4/2. Foi então que a lesão passou a se tornar cada vez pior e beirar o insustentável. Nadal então venceu sete games seguidos e viu o adversário jogar a toalha.

Tetracampeão em Madri, onde também triunfou em 2005, 2010 e 2013, o espanhol obteve o 63º título da carreira, o terceiro do ano. Antes, ele havia ficado com o troféu do Rio Open em do ATP 250 de Doha. Com a conquista, Nadal se garantiu como número um do mundo até Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada. Nishikori, por sua vez, assumirá a nona colocação no ranking desta segunda-feira, sendo o primeiro japonês Top 10 da história.