Nobre celebra gestão: “não precisa ser populista, precisa trabalhar sério”

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2016 19h40
Paulo Nobre comemora o título brasileiro do PalmeirasDepois de 22 anos

Paulo Nobre talvez seja um dos grandes nomes do nono título do campeonato brasileiro conquistado pelo Palmeiras neste domingo (27). Pouco depois da vitória de 1×0 sobre a Chapecoense, na Arena Palmeiras, o presidente do clube falou ao microfone da Jovem Pan sobre sua gestão vitoriosa que chega ao fim em 2016, seu substituto, Maurício Galiotte, foi eleito no sábado.

“Foi um trabalho com responsabilidade financeira, com competitividade, ganhamos Copa do Brasil e agora Brasileiro. com o time redondo financeiramente, não precisa ser populista [para ser campeão], precisa trabalhar sério”, falou.

Uma última grande negociação passará pelas mãos de Nobre: a permanência do técnico Cuca, outro que foi peça-chave no fim da fila de 22 anos. “Cuca é identificado pelo Palmeiras, eu gosto muito dele”, afirmou o presidente.

Mesmo assim, Nobre deixou claro que tudo dependerá do comandante. “Acho que [uma renovação] tem que passar pelo respeito que o profissional deseja, precisamos saber o que ele quer”, concluiu.

Mais cedo, Mauro Beting afirmou que Cuca não ficará no clube, apenas do título. Ele tiraria “um ano sabático”.