Nomes dos passageiros que estavam em voo da Chapecoense são divulgados

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2016 07h33
GRA003. LA CEJA (COLOMBIA), 29/11/2016.- Miembros de la Clínica San Juan de Dios reciben hoy, martes 29 de noviembre de 2016 en La Ceja (Colombia), al jugador del equipo brasileño Chapecoense Alan Ruschel. El futbolista brasileño Alan Ruschel es el primer superviviente del accidente del avión que transportaba al equipo de fútbol Chapecoense, que se estrelló anoche cuando se aproximaba al aeropuerto José María Córdoba de la ciudad colombiana de Medellín, según constató Efe en el hospital de la localidad de La Ceja, a donde empezaron a llegar los heridos. Ruschel, lateral izquierdo de 27 años, llegó conmocionado en una ambulancia, pese a lo cual preguntaba insistentemente por su familia y pedía que le guardaran el anillo de matrimonio. EFE/LUIS EDUARDO NORIEGA A.Alan Ruschel

Foi divulgada uma lista dos 72 passageiros que estavam em voo que transportava a delegação da Chapecoense e caiu nesta terça-feira (29). Além deles, havia nove pessoas a bordo. De acordo com informações preliminares do prefeito de Medellín Federico Guitiérrez Zuluaga, ao menos 25 pessoas morreram na tragédia. Segundo um general que comanda a polícia local, haveria apenas cinco sobreviventes das 81 pessoas a bordo.

Ao menos quatro jogadores já foram resgatados com vida: Alan Ruschel, Danilo, Neto e Jackson Follmann. 

Alguns jogadores não viajaram com a equipe. São eles: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima. Entre os que constavam na lista de convidados do clube para viajar com a equipe, estava o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, no entanto, ele não estava no voo. Mais dois integrantes da lista, Rodrigo Ernesto e Pablo Castro, ambos cuidam da logística do time, também não estavam na aeronave.

Confira a lista dos passageiros que estariam a bordo da aeronave:

Abaixo, a lista de jornalistas e tripulantes da aeronave:

O avião, que tinha deixado o Brasil na tarde de segunda-feira e fez uma escala no Aeroporto Internacional Viru Viru, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, seguia para Medellín, onde a equipe catarinense jogaria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, quarta-feira, contra o Nacional de Medellín.

O acidente aconteceu em imediações de Cerro Gordo, no departamento de Antioquia, onde está localizado o Aeroporto Internacional José María Córdova.

Em sua nota, o aeroporto acrescentou que o avião, com matrícula boliviana, “declarou estado de emergência” às 22h00 (hora local) “com falhas elétricas, segundo informações da torre de controle da Aeronáutica Civil”.

Com informações complementares da EFE