Novamente sem brilhar, Brasil bate Honduras por 1 a 0 e ouve vaias

  • Por Jovem Pan
  • 10/06/2015 23h58
PORTO ALEGRE, RS, 10.06.2015 - BRASIL-HONDURAS - Roberto Firmino, do Brasil comemora seu gol em partida amistosa contra a seleção de Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), nesta quarta- feira, 10. (Foto: Vanessa Carvalho/Brazil Photo Press/Folhapress)Roberto Firmino marcou

Se a Seleção Brasileira não fez grande partida na vitória diante do México no domingo, contra Honduras, um time teoricamente mais fácil, não foi diferente. Na noite desta quarta-feira (10) o time de Dunga venceu Honduras no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, por 1 a 0 e conquistou sua décima vitória em dez jogos após o desastre da Copa do Mundo. Entretanto, o placar magro e o futebol pouco empolgante rendeu vaias à equipe ao fim da partida.

O primeiro tempo não foi fácil para a Seleção Brasileira. Com três zagueiros, o time hondurenho se defendeu bem na maior parte do tempo, algo que os times de Dunga têm dificuldades para transpor. Por isso, até por volta dos 30 minutos as melhores chances foram criadas em jogadas ensaiadas em cobranças de falta.

Demorou, mas o Brasil conseguiu entender que precisaria de velocidade e troca de passes inteligente para superar a marcação adversária. Quando essa jogada saiu, o gol aconteceu. Phillipe Coutinho acionou Filipe Luís pela esquerda, que invadiu a área e rolou para Roberto Firmino. O atacante dominou e, com tranquilidade, tocou na saída de Valladares para abrir o placar.

Após o intervalo, o técnico Jorge Luiz Pinto adiantou a Seleção Hondurenha, que conseguiu boas finalizações logo nos primeiros minutos com Mejía e Lozano, assustando Jefferson.  O Brasil, sem conseguir se impor em campo mesmo com a entrada de Neymar, demorou 17 minutos para acordar. Foi quando Fred saiu na cara do gol e parou em grande saída de Valladares. Na sequência, o goleiro espalmou para evitar bomba de Neymar de canhota.

A partir de então, a Seleção voltou a dominar a partida sem dificuldades, criando algumas chances para ampliar o marcador. Neymar bateu cruzado após cobrança de escanteio e parou nas mãos do arqueiro. Douglas Costa, por sua vez, driblou a marcação e tentou de cobertura, mas mandou acima do travessão. Nada que pudesse levantar o torcedor gaúcho no Beira-Rio, que nos minutos finais chegou a vaiar a equipe e gritar “olé” para Honduras.

O Brasil ampliou sua série de vitórias sob o comando de Dunga e conquistou a décima seguida no último amistoso preparatório para a Copa América. O próximo desafio, no entanto, parece ser mais complicado: o Peru de Guerrero e treinado por Ricardo Gareca, na estreia do torneio continental, domingo (14), às 18h30.