O retorno da lenda: Anderson Silva tenta retomar carreira contra Nick Diaz

  • Por Adriano Sarafim/Jovem Pan
  • 30/01/2015 17h40

Spider tenta provar contra Nick Diaz que sua confiança não foi abalada após grave lesão

O retorno da lenda: Anderson Silva tenta retomar carreira contra Nick Diaz

Detentor de vários recordes no UFC, dono de uma legião de fãs no MMA e lutador mais comentado dentro da organização. Esse é Anderson Silva, que aos 39 anos tenta provar ao mundo que ainda consegue realizar grandes combates, mesmo após ter sofrido uma grave lesão que colocou a sua carreira em cheque. Neste sábado, o “Spider” terá pela frente o norte-americano Nick Diaz, que apesar de ser de uma categoria mais leve, possui condições técnicas para surpreender o brasileiro.

Desde que fraturou a perna no 2º round do combate contra Weidman, em 28 de dezembro de 2013, muitos se perguntaram se aquilo representava o fim da carreira do artista marcial mais dominante da história do Ultimate. A rápida, porém dolorosa recuperação não afastou os temores dos fãs e principalmente dos chefões do UFC, que logo correram para garantir Silva por um longo tempo nos eventos organizados por eles.

Após confirmar o combate contra Diaz, a dúvida ficou sobre se ele conseguiria superar o trauma de uma grave lesão, principalmente no momento em que usasse os chutes com a perna esquerda. Nos treinamentos, o “Spider” não teve medo e colocou potência em seus golpes com a perna, dando a entender que seu adversário não deveria espera-lo acanhado dentro do “cage”.

Com um boxe e muay thai muito afiados, Silva sabe que não poderá vacilar contra o norte-americano, um dos tops da categoria meio-médio e ex-campeão do Strikeforce. Ótimo na luta em pé e faixa preta de jiu-jitsu de Cesar Gracie, Diaz é alguém que deve ser respeitado no momento em que o octógono tem sua porta fechada.

Tranquilo quanto ao que milhões de fãs ao redor esperam dele quando o árbitro der início à luta, Silva não se empolga com a chance de encontrar seu algoz novamente em seu caminho, como Dana White prometeu caso o brasileiro saia como vencedor nesta noite. Caso Weidman não vença Vitor Belfort em fevereiro, a tão falada revanche entre os brasileiros deve finalmente acontecer. Vale lembrar que em 2010, Anderson e Vitor se enfrentaram e o primeiro conseguiu um dos nocautes mais marcantes da história das artes marciais mistas.

Como um verdadeiro Rocky Balboa, Anderson Silva tentará provar ao mundo que ainda tem um último gás para queimar antes de anunciar a sua aposentadoria. Nem que seja pela glórias e sucesso, o qual já possui, mas pela emoção e alegria de fazer o que mais gosta e sabe: lutar e dar show no octógono.

Confira o card completo do UFC 183:

Card Principal

Peso-médio: Anderson Silva x Nick Diaz
Peso-meio-médio: Tyron Woodley x Kelvin Gastelum
Peso-leve: Joe Lauzon x Al Iaquinta
Peso-médio: Thales Leites x Tim Boetsch
Peso-meio-médio: Jordan Mein x Thiago Alves

Card Preliminar

Peso-galo: Miesha Tate x Sara McMann
Peso-médio: Ed Herman x Derek Brunson
Peso-mosca: Ian McCall x John Lineker
Peso-médio: Rafael Sapo x Tom Watson
Peso-pena: Diego Brandão x Jimy Hettes
Peso-médio: Rick Monstro x Ildemar Marajó
Peso-médio: Thiago Marreta x Andy Enz