Obama afirma que EUA demonstrarão em Sochi seu compromisso com a igualdade

  • Por Agencia EFE
  • 29/01/2014 05h17

Jogos de Inverno de Sochi começam no dia 6 de fevereiro

Jogos de Inverno de Sochi começam no dia 6 de fevereiro

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira que seu país demonstrará nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi seu “compromisso” com a “dignidade” e a “igualdade” de todos os seres humanos, em uma referência à aprovação de várias leis discriminatórias com os homossexuais na Rússia.

“Acreditamos na dignidade intrínseca e na igualdade de todos os seres humanos, sem distinção de raça e religião, credo e orientação sexual”, afirmou Obama durante seu discurso sobre o Estado da União no Congresso americano.

Na próxima semana “o mundo verá uma expressão desse compromisso quando a equipe dos Estados Unidos entrar no estádio olímpico marchando com a bandeira vermelha, branca e azul, e voltar com o ouro para casa”, destacou o líder, entre ovações e gritos de “EUA, EUA, EUA”.

Mais de 230 atletas, 270 treinadores e cerca de 10 mil americanos irão até Sochi, na Rússia, por ocasião dos Jogos Olímpicos de Inverno.

A delegação que representará os Estados Unidos na abertura e no encerramento dos Jogos de Sochi será composta por dois antigos atletas abertamente homossexuais.

Enquanto alguns atletas gays criticaram o governo da Rússia por suas políticas discriminatórias e inclusive convocaram um boicote aos Jogos, o líder russo, Vladimir Putin, disse que todos os atletas e torcedores serão bem-vindos a Sochi, independentemente de sua nacionalidade, raça ou orientação sexual.

Pela primeira vez desde os Jogos Olímpicos de Sydney (Austrália) em 2000, não comparecerão à cerimônia de abertura de Sochi nem o presidente, nem a primeira-dama, nem o vice-presidente ou um ex-mandatário em representação dos Estados Unidos.