Oficializado pelo Manchester City, Ederson celebra chance de atuar com Guardiola

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/06/2017 11h18

Goleiro Ederson assinou contrato com o Manchester City nesta quinta-feira (8)

Goleiro Ederson assinou contrato com o Manchester City nesta quinta-feira (8)

Uma semana após o Benfica anunciar a venda de Ederson ao Manchester City, enfim o clube inglês oficializou a contratação do goleiro brasileiro, recentemente convocado pelo técnico Tite para os amistosos da Seleção contra Argentina e Austrália. Os detalhes financeiros da transação não foram revelados. 

Certo mesmo é que o Manchester City vai confirmando a promessa de realizar altos investimentos para a próxima temporada. Afinal, após adquirir Bernardo Silva junto ao Monaco – as informações da imprensa europeia são de que o clube desembolsou 50 milhões de euros (cerca de R$ 184 milhões) -, agora adquiriu Ederson, que teria sido comprado por 40 milhões de euros (R$ 147 milhões). 

Ederson será oficialmente goleiro do Manchester City em 1º de julho e as informações são de que vai assinar um contrato válido por seis temporadas. Assim, se torna a mais nova tentativa do técnico Pep Guardiola de resolver a situação do gol do City, pois Claudio Bravo não convenceu desde a sua chegada do Barcelona no ano passado e Joe Hart parece não estar nos seus planos após ser emprestado ao Torino na última temporada. 

Em suas primeiras declarações como jogador do Manchester City, o goleiro brasileiro celebrou o reconhecimento ao seu bom momento. “Quando eu soube que era real, que o City estava realmente interessada em mim, fiquei muito feliz porque é bom ver o seu trabalho reconhecido”, disse.

Ele também destacou a presença de Guardiola no City como um fator importante para a sua decisão de mudar de time. “Com Pep Guardiola, o City está crescendo cada vez mais. Ele está montando uma equipe jovem para o futuro”, acrescentou, garantindo que não terá problemas para ser um goleiro participativo com ações com os pés, auxiliando na saída de jogo da equipe. 

“No Benfica também joguei um pouco mais avançado e participei muito do jogo. Eu acho que a revolução na forma como os goleiros se envolvem no jogo foi muito importante. Eu já tinha essa habilidade para jogar fora do gol”, afirmou. 

O goleiro, de 23 anos, atuou pelo português Rio Ave entre 2012 e 2015, depois se transferindo para o Benfica, tendo assumido a titularidade da equipe na última temporada. Agora ele será o quarto brasileiro no elenco do City, que já contava com Fernandinho, Fernando e Gabriel Jesus. 

“Já tive a chance de jogar com Fernandinho na Seleção. Eu também joguei ao lado de Gabriel Jesus. Eu o conheci da equipe que foi à Olimpíada. A presença deles aqui será muito importantes para minha adaptação”, comentou Ederson, que foi elogiado pelos dirigentes do clube inglês. 

“Ele é um dos melhores jovens goleiros na Europa e uma importante adição ao elenco para a próxima temporada e as seguintes”, disse Txiki Begiristain, diretor de futebol do City. “Ele é jovem, tem todas as qualidades que você poderia querer em um goleiro de primeiro nível e acho que ele vai se encaixar muito bem no nosso time”.