“Oportunista” e “sem ponto forte”: Prass e Ricardo Oliveira trocam provocações

  • Por Jovem Pan
  • 25/11/2015 17h53
Montagem sobre Folhapress Ricardo Oliveira disse desconhecer ponto forte do Verdão; Fernando Prass chamou o atacante de "oportunista"

O clássico entre Santos e Palmeiras, que começará a decidir a final da Copa do Brasil nesta quarta-feira (25), na Vila Belmiro, é recheado por uma rivalidade histórica. No atual elenco dos dois times, os veteranos Ricardo Oliveira e Fernando Prass são os principais expoentes dessa rivalidade por terem se estranhado nos últimos confrontos.

O programa Globo Esporte, da Rede Globo, colocou justamente os dois para responderem às mesmas perguntas, e ambos aproveitaram para provocar o rival. Perguntado sobre o ponto forte do Santos, Prass falou sobre a transição rápida entre defesa e ataque. Ricardo Oliveira, por sua vez, ao se deparar com a mesma pergunta sobre o rival, respondeu apenas: “não conheço”.

O goleiro palmeirense deu o troco quando foi definir o atacante. A resposta foi um simples “oportunista”, definição que dá margem a mais de uma interpretação. Ricardo Oliveira foi mais elogioso ao chamar Fernando Prass de “grande goleiro e grande pessoa”.

Outro momento mais incisivo foi quando os jogadores responderam qual atleta do elenco rival gostariam de ter em seu time. Enquanto o camisa 9 do Peixe citou o lateral-esquerdo Zé Roberto, que inclusive já vestiu a camisa alvinegra em 2007, Prass respondeu “nenhum”.