Após ser vice em Seul, Bia Haddad salta 13 posições e entra no Top 60 pela 1ª vez

  • Por Estadão Conteúdo
  • 25/09/2017 14h45 - Atualizado em 25/09/2017 15h58
EFEBia Haddad subiu 13 posições e agora está entre as 60 melhores tenistas do mundo

Derrotada na final do Torneio de Seul, na Coreia do Sul, no último domingo (24), quando disputou a sua primeira decisão da carreira no circuito da WTA, a brasileira Beatriz Haddad Maia teve salto expressivo no ranking feminino do tênis nesta segunda-feira. A tenista de apenas 21 anos de idade galgou 13 posições e entrou pela primeira vez no Top 60 do mundo ao assumir o 58º lugar.

Bia caiu na decisão de virada diante da favorita Jelena Ostapenko, da Letônia, atual campeã de Roland Garros e hoje a 10ª colocada do ranking da WTA. A boa campanha da brasileira, porém, foi uma nova demonstração da boa fase que ela atravessa no tênis profissional.

Número 1 do Brasil, Bia está muito à frente da atual segunda colocada do País, Teliana Pereira, que caiu uma posição nesta segunda-feira (25) e figura apenas no 345º posto da WTA. Já Paula Cristina Gonçalves, outra única brasileira no Top 400, despencou 24 posições e agora figura em 393º lugar no geral.

Ostapenko, brilhando na elite com apenas 20 anos de idade, seguiu na décima posição do ranking, mas agora se vê muito próxima da eslovaca Dominika Cibulkova, nona colocada – apenas 29 pontos separam as duas tenistas.

A liderança segue nas mãos da espanhola Garbiñe Muguruza, com 6 115 pontos, seguida também de perto pela romena Simona Halep, vice-líder com 5.965. Não houve, por sinal, nenhuma modificação de posição no Top 10 do ranking feminino. Logo abaixo deste grupo, porém, a nova 11ª colocada é a norte-americana Madison Keys, que subiu um posto em relação à semana passada.

A ex-número 1 do mundo Angelique Kerber, por sua vez, saltou duas posições e agora ocupa o 12º lugar, deixando a polonesa Agnieszka Radwanska e a checa Petra Kvitova respectivamente na 13ª e 14ª colocações.

Outra novidade no Top 20 foi o ingresso da russa Anastasia Pavlyuchenkova, que com o vice-campeonato do Torneio de Tóquio no último final de semana subiu quatro lugares e assumiu a condição de 19ª tenista da WTA.