Celtics vencem fora e mantém vantagem no topo; Griffin troca Clippers pelos Pistons

  • Por Estadão Conteúdo
  • 30/01/2018 10h17
Reprodução / Twitter / Boston CelticsIrving comandou a vitória dos Celtics com 27 pontos

O Boston Celtics sofreu, mas confirmou o seu favoritismo ao vencer o Denver Nuggets por 111 a 110, fora de casa, em um dos seis jogos da rodada desta segunda-feira (29) na NBA. Com a vitória obtida no sufoco em um duelo emocionante e cheio de reviravoltas, o time de Massachusetts manteve a sua vantagem na liderança da Conferência Leste da liga de basquete dos Estados Unidos, agora com 36 triunfos em 51 partidas nesta temporada regular.

A equipe voltou a abrir vantagem sobre o vice-líder Toronto Raptors, que no último domingo (28) derrotou o Los Angeles Lakers para alcançar 33 vitórias em 48 jogos. Os Nuggets, por sua vez, fecham a zona de classificação aos playoffs ao ocupar a oitava posição da Conferência Oeste, agora com 24 derrotas em 50 confrontos.

Para voltar a ganhar, Boston foi liderado pela uma boa atuação do armador Kyrie Irving, cestinha da partida, com 27 pontos. Jayson Tatum, com 20 pontos, foi o outro principal destaque ofensivo dos visitantes.

Já pelo lado da equipe de Denver, Nikola Jokic brilhou com um “double-double” de 24 pontos, 11 rebotes e oito assistências, mas não conseguiu evitar a derrota em casa do time que chegou a ter nas mãos a chance de vencer o duelo no lance final, mas Will Barton não teve sucesso ao arriscar um arremesso da linha dos três pontos que foi parcialmente desviado antes de Torrey Craig chegar tarde para tentar levar a bola até a cesta na sequência do lance.

Antes disso, os Celtics terminaram o primeiro duelo do confronto com uma vantagem de 11 pontos (32 a 21), o segundo quarto terminou empatado (24 a 24) e o terceiro teve ótima reação dos anfitriões (37 a 24), que finalmente assumiram a liderança do placar. Porém, no período final, os líderes do Leste garantiram o triunfo apertado ao somarem mais 31 pontos, contra 28 dos locais.

Em outro duelo da rodada desta segunda-feira à noite, o Miami Heat também venceu fora de casa ao bater o Dallas Mavericks por 95 a 88. Foi o 29º triunfo do time da Flórida em 50 partidas, retrospecto que o garantiu na quarta posição do Leste, que tem o Cleveland Cavaliers na terceira colocação.

Nesta vitória, destaque principal para os 25 pontos e 14 rebotes de Hassan Whiteside pelo Heat, enquanto Harrison Barnes, com 20 pontos, foi o maior destaque ofensivo da equipe do Texas, que amarga a penúltima posição do Oeste, agora com 35 derrotas em 51 jogos.

O Indiana Pacers, por sua vez, fez valer o fator quadra para superar o Charlotte Hornets por 105 a 96 em outro duelo desta segunda-feira. Assim, passou a contabilizar 28 triunfos em 51 jogos e ocupa a sétima posição do Leste, abrindo vantagem sobre o Philadelphia 76ers, oitavo colocado, que nesta segunda foi batido pelo Milwaukee Bucks por 107 a 95, fora de casa. Os Bucks são o quinto nesta mesma conferência, agora com 27 vitórias em 49 partidas.

GRIFFIN NO PISTONS – Um dia antes de encarar o Cleveland Cavaliers pela rodada da noite desta terça, em casa, o Detroit Pistons fechou a contratação do astro Blake Griffin, ala/pivô do Los Angeles Clippers.

O acordo foi anunciado pelos Pistons no início da madrugada desta terça. Para poder ter Griffin, o time aceitou ceder à franquia da Califórnia o ala Tobias Harris, o ala/armador Avery Bradley e o pivô Boban Marjanovic. O acordo também envolveu as idas dos alas/pivô Brice Johnson e Willie Reed para a equipe de Detroit.

Griffin estava no Clippers desde 2009, quando entrou na equipe por meio do Draft da NBA, e nesta temporada acumula médias de 22,6 pontos, 7,9 rebotes e 5,4 assistências por partida em 33 confrontos realizados pelo time de Los Angeles, hoje o nono colocado da Conferência Oeste.