Chefe da Fórmula 1 sobre começo da temporada: ‘Se um piloto testar positivo, corre o reserva’

  • Por Jovem Pan
  • 03/06/2020 11h50
DivulgaçãoGP da Áustria de Fórmula 1 deverá ser o primeiro da temporada 2020

Chase Carey, chefe da Fórmula 1, não demonstro muita preocupação com o início da Fórmula 1 em meio à pandemia de Covid-19. De acordo com o mandatário, caso algum piloto ou funcionários de uma equipe seja infectado pelo novo coronavírus, basta afastá-lo e substituí-lo por outro profissional.

“Se uma pessoa der positivo, isso não levará ao cancelamento do campeonato. Alertamos as equipes sobre os procedimentos estabelecidos. Se alguém precisar ficar de quarentena, teremos levá-lo a um hotel e substituí-lo. O conjunto do ‘e se’ é muito amplo. Se uma equipe não puder competir, o campeonato segue. E se houver algum piloto contaminado, há pilotos reservas disponíveis”, comentou Carey.

Na última terça-feira (2), a Fórmula 1 anunciou que o começo da temporada 2020 acontecerá na Áustria, no dia 5 de julho. Mais outros 7 GPs foram confirmados pela entidade.

Carey também falou sobre a logística nos finais de semana de Fórmula: “De muitas maneiras, será como viver em uma bolha na qual você começa a viajar de aviões fretados. Haverá transporte controlado para hotéis, transporte de ida e volta para hotéis. E provavelmente dentro desta bolha, bolhas secundárias de pessoas que exercem funções diferentes, como garantir a segurança e o distanciamento social”, concluiu.