Chris Paul: volta ada NBA envolve ‘muitas decisões difíceis’

  • 15/05/2020 22h30
ReproduçãoO armador Chris Paul, do Oklahoma City Thunder

Presidente do sindicado dos jogadores da NBA, o armador Chris Paul, do Oklahoma City Thunder, admitiu as dificuldades e dúvidas que cercam um possível retorno da competição após a paralisação causada pela pandemia.

Ele ressaltou que os atletas querem voltar a competir, mas após a declaração do Comissário do NBA, Adam Silver, que disse que os jogadores deveriam se preparar para os maiores desafios de suas vidas, foi firme ao afirmar que eles estão cientes dos riscos envolvidos, apesar da ansiedade para o retorno das quadras. O jogador de 35 anos reconheceu que os problemas são complexos, mas consideram que vale a pena enfrentá-los.

“Há muitas conversas difíceis que precisam ser feitas, muitas decisões difíceis, mas com a equipe que está ao nosso redor, acho que finalmente chegaremos aonde queremos. Obviamente, queremos jogar. Ah, cara, queremos jogar. Queremos muito jogar. E acho que é um consenso para os caras, em toda a liga. Queremos que seja, obviamente, o mais seguro possível. Mas o mais importante é que sentimos falta do jogo”, declarou.

Silver e Paul organizaram uma teleconferência com jogadores há uma semana para discutir algumas das questões que a NBA, paralisada desde 12 de março, enfrentaria no período pós-pandemia.

O armador reconheceu a complexidade da tarefa. “Eu não tenho as respostas, eu não tenho todas as respostas. Mas sei que as pessoas estão trabalhando incansavelmente para tentar descobrir, e isso é um fator que dá confiança aos profissionais”, elogiou. Para ele, a situação é complicada em todo o mundo do esporte.

“A verdade é que não há nada que possamos considerar normal neste momento, porque o vírus ainda está no controle da situação. Essa é a premissa que teremos que trabalhar para o futuro”, finalizou.

* Com EFE