Com novo “pneu”, Muguruza vence mais uma e vai à 3ª rodada em Nova York

  • Por Estadão Conteúdo
  • 31/08/2017 09h26 - Atualizado em 31/08/2017 09h30
EFE Muguruza precisou de apenas 1h05m para avançar à terceira rodada do US Open

Com mais um “pneu” no US Open, a espanhola Garbiñe Muguruza fez mais uma vítima nesta quarta-feira (30) e se garantiu na terceira rodada do Grand Slam norte-americano. A campeã de Wimbledon derrotou a chinesa Duan Ying-Ying por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0, em apenas 1h05min.

Muguruza cedeu, assim, apenas quatro games em sua segunda partida na quadra dura de Nova York. Na estreia, entregara apenas três, em outra atuação com “pneu”, um set vencido por 6/0. Atual número três do mundo, a espanhola enfrentará na terceira rodada a eslovaca Magdalena Rybarikova, 32ª do ranking.

Como aconteceu na estreia, Muguruza teve pouco trabalho para superar sua adversária, 92ª do mundo. Sem ter o saque quebrado, ela venceu a partida ao registrar quatro quebras de saque. Anotou ainda 15 bolas vencedoras, contra 12 da rival, e cometeu apenas 16 erros não forçados, diante de 27 da chinesa.

Com o triunfo, ela conquistou um feito inédito em sua carreira: passar da segunda rodada no US Open. Até então, só conseguira vencer uma partida na competição, no ano passado e em 2015.

Atual número 10 do mundo, a eslovaca Dominika Cibulkova voltou a decepcionar num Grand Slam nesta temporada. Diante da embalada norte-americana Sloane Stephens, ela foi superada em três sets, com parciais de 6/2, 5/7 e 6/3. A tenista da casa deu um salto de mais de 800 posições no ranking desde o fim de julho ao obter grandes resultados nos torneios preparatórios do US Open, diante de sua torcida.

Ela voltara a competir há poucos meses, após ficar cerca de um ano afastada do circuito, em razão de problemas físicos. Sua próxima adversária em Nova York será a australiana Ashleigh Barty, que eliminou a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich por 6/1 e 7/6 (9/7). Cibulkova, por sua vez, amarga mais um resultado ruim em Grand Slams em 2017. Ela não passou da terceira rodada nos quatro maiores torneios da temporada.

Ainda nesta noite de quarta, em jogos válidos pela segunda rodada, avançaram as cabeças de chave Anastasija Sevastova, da Letônia, a Magdalena Rybarikova, da Eslováquia, e a francesa Caroline Garcia. A primeira, 16ª pré-classificada, bateu a ucraniana Kateryna Kozlova por duplo 6/4, enquanto a eslovaca (31ª) despachou por 7/6 (7/4) e 7/6 (7/3) a checa Kristyna Pliskova, irmã de Karolina, número 1 do mundo.

Caroline Garcia (18ª) despachou a russa Ekaterina Alexandrova por 4/6, 6/3 e 6/0. Já a espanhola Carla Suárez Navarro surpreendeu a croata Mirjana Lucic-Baroni, 29ª cabeça de chave, por 4/6, 7/6 (7/4) e 6/2.

Já a chinesa Shuai Peng, 22ª cabeça de chave, foi derrotada pela croata Donna Vekic, algoz da brasileira Beatriz Haddad Maia na estreia, por 6/0 e 6/2. Em outro confronto finalizado nesta noite, a sérvia Aleksandra Krunic superou a australiana Ajla Tomljanovic por 6/3 e 6/2.