Federer desiste de Paris, e Nadal fica perto de ser o número 1 no ano

  • Por Agência EFE
  • 29/10/2017 18h08
EFE/EPA/GEORGIOS KEFALAS Federer sentiu o desgaste físico da campanha que culminou com o 95º título da carreira, batendo o argentino Juan Martín del Potro por 2 sets a 1 de virada na final

Horas depois de ter conquistado o octocampeonato do ATP 500 da Basileia, sua cidade natal, o suíço Roger Federer anunciou que não disputará o Masters 1000 de Paris, último torneio dessa série na temporada e que começará nesta segunda-feira.

Federer sentiu o desgaste físico da campanha que culminou com o 95º título da carreira, batendo o argentino Juan Martín del Potro por 2 sets a 1 de virada na final.

A ausência na capital francesa tira praticamente todas as chances que o suíço tinha de terminar o ano no topo do ranking. Com o título na Basileia, o atual número 2 do mundo reduziu a desvantagem para o espanhol Rafael Nadal para 1460 pontos. No entanto, ele agora disputará apenas os 1500 pontos do ATP Finals, em Londres, daqui a duas semanas.