Fórmula 1: Organizadores de GPs na Áustria preveem realização de 12 mil testes

  • Por Jovem Pan
  • 23/06/2020 12h17
ReproduçãoGP da Áustria

Os organizadores dos Grandes Prêmios da Áustria e das Estúrias, que acontecerão nos fins de semana de 5 e 12 de julho, respectivamente, no circuito Red Bull Ring, na cidade de Spielberg, preveem realizar até 12 mil testes de diagnóstico para o novo coronavírus durante as provas.

A informação foi veiculada nesta terça-feira pela agência de notícias austríaca “APA”, que noticiou que a empresa responsável pelos testes, a Eurofins Genomics, abriu hoje as primeiras instalações no autódromo localizado no sul do país.

“Todos os que trabalham no circuito deverão apresentar resultado negativo no teste, que não pode ser mais antigo do que quatro dias, para poderem acessar ao local de trabalho”, explicou Sigfried Schnabl, representante regional da companhia.

Além disso, os exames serão repetidos a cada cinco dias durante as duas provas, que abrirão a temporada 2020 da Fórmula 1, com quatro meses de atraso.

Os testes serão encaminhados do circuito para um laboratório em Munique, na Alemanha, que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana. Os resultados serão obtidos entre 16 a 24 horas a partir da realização.

*Com EFE