Grosjean sofre acidente e carro explode na Fórmula 1; assista

A prova foi interrompida com a bandeira vermelha; piloto saiu andando do meio das chamas e foi socorrido

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2020 11h40 - Atualizado em 29/11/2020 14h06
EFE/EPA/Kamran Jebreili / Pool - 29/11/20A cena assustadora mostra o carro do automobilista explodindo e pegando fogo após uma batida violenta no guard dail após toque com Daniil Kvyat

O piloto francês Romain Grosjean sofreu um acidente, na manhã deste domingo, 29, na primeira volta do GP do Barein, na Fórmula 1. A cena assustadora mostra a Haas do automobilista explodindo, partida ao meio e pegando fogo após uma batida violenta no guard rail após tocar com a AlphaTauri do também piloto Daniil Kvyat. Ele ficou por 29 segundos no cockpit em chamas antes de pular as grades. A prova foi interrompida com a bandeira vermelha e os responsáveis pela infraestrutura do circuito começaram imediatamente o trabalho de reconstrução. Um novo acidente foi registrado minutos depois, dessa vez com Lance Stroll, que compõe a equipe da Racing Point. O canadense avisou que está bem e fora do carro.

A previsão inicial era de que a corrida ficasse paralisada por 45 minutos, mas esse prazo não foi cumprido e a segunda largada aconteceu após quase 1h30. Informações preliminares mostram que Grosjean foi socorrido com queimaduras leves, possível fratura na costela e levado consciente ao centro médico do autódromo de Dakhir. Depois, seguiu de helicóptero para o Hospital Central do Barein. No Twitter, o também piloto Lewis Hamilton postou: “Estou tão grato por Romain estar seguro. Nossa… O risco que corremos não é brincadeira, para vocês que esquecem que colocamos nossa vida em risco por esse esporte e por aquilo que amamos. Grato à FIA pelos enormes avanços que fizemos para que Romain se afastasse com segurança.”

Na confusão, o francês saiu às pressas do carro sem uma das sapatilhas. Dois fiscais de pista apagaram o fogo rapidamente com extintores de incêndio. “Romain está bem. Não quero fazer comentários a respeito do estado de saúde, mas ele teve queimaduras leves nas mãos e tornozelos. Claro que ele está tremendo. Quero agradecer às equipes de resgate e da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) que agiram muito rápido. Foi assustador”, disse Gunther Steiner, chefe da Haas. Grosjean não permanecerá na Haas em 2021. A tendência é de que se transfira para a Fórmula Indy na próxima temporada. Com a suspeita de fratura nas costelas, é muito provável que o francês não corra mais na Fórmula 1. Além da prova deste domingo, restam outras duas corridas para o fim da temporada 2020.
Se isso se confirmar, o brasileiro Pietro Fittipaldi e o suíço Louis Deletraz são os reservas da Haas, e um deles deve ser acionado para correr as duas etapas derradeiras do campeonato, nos próximos dois fins de semana, novamente no Bahrein, e em Abu Dhabi.

*Com informações do Estadão Conteúdo