Histórico! Queniano se torna o 1º humano a correr maratona em menos de 2h

  • Por Jovem Pan
  • 12/10/2019 13h40
Christian Bruna/EFEO queniano Eliud Kipchoge alcançou uma marca histórica neste sábado, na Áustria

O queniano Eliud Kipchoge se tornou o primeiro atleta a correr uma maratona em menos de duas horas. O campeão olímpico e recordista mundial marcou o tempo de 1h59min40s2 neste sábado, no “INEOS 1:59 Challenge”, evento preparado especialmente para a tentativa em Viena, na Áustria. Uma maratona tem 42km.

“Sou o primeiro homem, quero inspirar muitas pessoas e mostrar que nenhum ser humano é limitado. Espero que, depois de hoje, mais pessoas consigam completar uma maratona em menos de duas horas”, disse Kipchoge após conquistar a marca histórica, que não conta como um recorde mundial.

Kipchoge foi apoiado por 36 outros corredores que o acompanharam em grupos alternados, uma das razões pelas quais a Federação Internacional de Atletismo (IAAF, da sigla em inglês) não ratifica o tempo como um recorde mundial. Os grupos foram ajudados por um carro de ritmo que levava a bordo um raio laser, projetando a posição ideal do atleta a cada momento na estrada.

Correndo a um ritmo médio consistente de 2min50s por quilômetro, Kipchoge estava 11 segundos antes do previsto no meio da corrida. Os apoiadores o deixaram nos últimos 500 metros, e o queniano bateu no peito duas vezes em comemoração quando terminou.

“Podemos fazer deste mundo um mundo bonito e pacífico”, disse ele, ressaltando que a missão de sua tentativa foi além do atletismo. “Quero tornar esse esporte limpo e interessante”, comentou.

Jim Ratcliffe, fundador da empresa de produtos químicos que apoiou a tentativa, cumprimentou o atleta após o feito. “Ele até acelerou no quilômetro final, é um super humano”, declarou Ratcliffe. “Não acredito que ele fez isso. Ele fez a primeira metade em menos de uma hora e depois repetiu o ritmo na segunda metade”.

O Parque Prater, na capital austríaca, oferece longas retas, protegidas do vento por árvores altas, durante a maior parte de seu percurso de 9,6 quilômetros. Foi a segunda tentativa de Kipchoge para quebrar a barreira de duas horas. Em evento semelhante no Circuito de Monza, na Itália, em maio de 2017, apenas 26 segundos o afastaram da marca.

Kipchoge, que conquistou o ouro olímpico no Rio em 2016 e venceu dez de suas 11 maratonas, detém o recorde mundial oficial da prova com o tempo de 2h01min39s.

*Com informações do Estadão Conteúdo