“Malvado favorito” nos 100m, Gatlin é vaiado também na entrega de medalhas

  • Por EFE
  • 06/08/2017 15h30 - Atualizado em 06/08/2017 15h44
Justin Gatlin cumprimenta o rival Usain Bolt após premiação no Mundial de Atletismo

Principal rival de Usain Bolt nos 100 metros rasos nos últimos anos, o americano Justin Gatlin foi bastante vaiado durante a entrega das medalhas da prova no Mundial de atletismo de Londres, neste domingo (6), um dia depois de ter se sagrado campeão e estragado a festa de despedida do jamaicano.

Campeão olímpico em 2004, Gatlin cumpriu quatro anos de suspensão por doping, de 2006 a 2010, e voltou às competições no auge da ‘Era Bolt’. Ciente de que o ‘Raio’ se tornou o queridinho da torcida ao redor do mundo, assumiu o papel de vilão, o que lhe deu destaque, mas rendeu vaias em todas as competições.

Na capital britânica, não foi diferente. Mesmo perseguido pelo público durante todo o fim de semana, surpreendeu e conquistou a medalha de ouro, deixando o compatriota Christian Coleman em segundo lugar e o “mocinho” da história em terceiro.

Na entrega de medalhas, a postura dos torcedores não mudou. Bolt foi aclamado, mesmo subindo a um degrau do pódio ao qual não está acostumado. Já quando soou o nome de Gatlin no sistema de som, o que se ouviu foram vaias “ensurdecedoras” e aplausos apenas discretos.

Entretanto, entre os rivais, o clima foi leve. No sábado (5), logo após a prova, o americano, mesmo com a vitória, se ajoelhou para reverenciar o maior de todos os tempos, que disputou a última prova individual da carreira.