Muguruza, Halep, Kerber e Sharapova estreiam com vitória em Melbourne

  • Por Estadão Conteúdo
  • 16/01/2018 09h58 - Atualizado em 16/01/2018 10h00
Joe Castro / EFESimona Halep, atual nº 1 do mundo, iniciou sua caminhada na Austrália com vitória tranquila

As principais favoritas ao título do Aberto da Austrália não decepcionaram nesta terça-feira (16), segundo dia de disputas no primeiro Grand Slam da temporada. Na quadra dura de Melbourne, a romena Simona Halep e a espanhola Garbiñe Muguruza venceram seus jogos em sets diretos, na briga pelo troféu e também pela liderança do ranking. Fora deste duelo direto, a alemã Angelique Kerber e a russa Maria Sharapova estrearam com vitória.

Atual número 1 do mundo, Halep só encontrou dificuldades no início do jogo contra a local Destanee Aiava. Depois deslanchou para fechar a partida pelo placar de 7/6 (7/5) e 6/1. A líder do ranking obteve cinco quebras de saque, mas sofreu três. Foram ainda 20 bolas vencedoras, contra 25 da tenista da casa.

Halep teve como maior trunfo na partida a calma para vencer os pontos mais importantes e as oscilações no saque da rival. Aiava cometeu nove duplas faltas e venceu apenas 51% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço. A irregularidade da rival ajudou a romena, que sofreu com dores no tornozelo esquerdo após sofrer uma torção no segundo set.

Após passar no primeiro teste na Austrália, Halep terá pela frente na segunda rodada a canadense Eugenie Bouchard, ex-Top 10 A vice-campeão de Wimbledon em 2014 estreou com vitória ao superar a francesa Oceane Dodin por 6/3 e 7/6 (7/5).

De olho na posição de número 1 do mundo, Muguruza superou nesta terça a francesa Jessika Ponchet, convidada da organização, por 6/4 e 6/3. Para tanto, a atual campeã de Wimbledon faturou quatro quebras de saque, e cedeu apenas uma, para fechar o jogo em 1h24min. Em Melbourne, a espanhola voltará ao topo do ranking se chegar ao título.

A próxima adversária da número três do mundo será a taiwanesa Su-Wei Hsieh, atual 82ª do ranking. A tenista asiática avançou na chave australiana ao derrotar a chinesa Lin Zhu num instável duelo, que acabou com o incomum placar de 0/6, 6/0 e 8/6.

Fora da disputa particular pelo topo, após liderar a lista da WTA no ano passado, Angelique Kerber fez a sua parte ao arrasar a compatriota Anna-Lena Friedsam por 6/0 e 6/4. Atual 16ª do mundo, após sofrer forte queda de rendimento ao longo de 2017, a alemã não foi ameaçada pela rival em nenhum momento da partida e exibiu consistência do início ao fim.

Na segunda rodada, Kerber vai duelar com a croata Donna Vekic, que na estreia bateu a japonesa Nao Hibino por 7/5 e 6/3. Se a alemã confirmar o favoritismo na sequência, poderá cruzar com a russa Maria Sharapova, outra ex-líder do ranking na terceira rodada.

De volta ao Aberto da Austrália, após ficar de fora em 2017 por cumprir suspensão por doping, a tenista da Rússia não teve problemas na estreia. Ela bateu a alemã Tatjana Maria por 6/1 e 6/4. Atual 48ª do ranking, Sharapova vai encarar agora a letã Anastasija Sevastova, 15ª do mundo, que avançou ao despachar a norte-americana Varvara Lepchenko por 3/6, 6/3 e 6/2.

Número 10 do mundo, a britânica Johanna Konta também venceu uma americana para avançar em Melbourne. Nesta terça, ela derrotou Madison Brengle por 6/3 e 6/1. Sua próxima rival também será uma tenista dos Estados Unidos. Trata-se de Bernarda Pera, que ganhou da russa Anna Blinkova por duplo 6/2.

Ainda nesta terça, avançaram na chave de simples feminina as checas Barbora Strycova, Lucie Safarova e Marketa Vondrousova, as russas Elena Vesnina e Ekaterina Alexandrova, a croata Mirjana Lucic-Baroni, a japonesa Naomi Osaka, a espanhola Lara Arruabarrena-Vecino, a romena Sorana Cirstea, a ucraniana Lesia Tsurenko, a bielo-russa Aliaksandra Sasnovich, a francesa Caroline Garcia e a norte-americana Madison Keys, vice-campeã do US Open de 2017.