Na Rússia, Lewis Hamilton chega à 100ª vitória da carreira e recupera a liderança

Primeiro piloto na história a alcançar uma centena de triunfos na Fórmula 1, o inglês agora tem dois pontos a menos do que Max Verstappen, o vice-líder

  • Por Jovem Pan
  • 26/09/2021 11h31 - Atualizado em 26/09/2021 11h32
Yuri Kochetkov/EPA/EFELewis Hamilton se tornou o primeiro piloto a conquistar 100 vitórias na história da Fórmula 1

Acostumado a quebrar recordes, o piloto inglês Lewis Hamilton chegou à centésima vitória de sua carreira neste domingo, 26, no GP da Rússia. Para conquistá-la, o heptacampeão contou com a estratégia equivocada de Lando Norris, da McLaren. O compatriota de Hamilton, que liderava a prova, não atendeu o pedido da equipe para trocar pneus. Quando a chuva apertou, a oito voltas do fim da prova, Norris começou a deslizar e quase bateu. Após perder a liderança, tentou manter a segunda posição, mas caiu para o sétimo lugar. Após largar em último, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, foi o vice em Sochi. Carlos Sainz, da Ferrari, completou o pódio.

“Um grande obrigado aos fãs aqui. Demorou muito para chegar à 100ª vitória, e eu não tinha certeza se ela chegaria. Lando fez um trabalho incrível. Sou extremamente grato ao time”, disse Hamilton. Além de ser o piloto com mais vitórias na história da Fórmula 1, o britânico detém outros recordes expressivos: maior número de pontos (3.973),  maior número de pole positions (101), maior número de volta lideradas (5.174) e o maior número de pódios (173). Em busca do hepta, a estrela da Mercedes reassumiu a ponta, com dois pontos a mais que Verstappen.

Veja a classificação do GP da Rússia