Nadadores brasileiros trocam xingamentos e ofensas, citando Xuxa, pedofilia e religião

  • Por Jovem Pan
  • 20/03/2019 16h25
EFEFelipe França deu a entender que Xuxa foi pedófila, mas depois excluiu mensagem

Os nadadores Joanna Maranhão e Felipe França discutiram de forma agressiva, pelo Twitter, nesta quarta-feira (20). A conversa começou com um debate sobre o futuro do esporte e terminou com xingamentos e ofensas, citando religião e até a apresentadora Xuxa.

Primeiro Joanna criticou uma decisão da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), de criar provas de 50 metros nas 4 modalidades da natação. Ela entende que isso é um incentivo a provas não olímpicas e cria uma especialização precoce.

Felipe França discorda e escreveu: “a maioria de medalha em mundiais são provas de 50 metros. Ao invés de ajudarem essas pessoas (que criticam) só atrapalham!”.

Então começaram as ofensas, pois Joanna, que se aposentou recentemente, chamou Felipe de burro e afirmou que ele não tem razão: “tu é incapaz de desenvolver um raciocínio lógico, quanto mais entender o que é bom pra natação a longo prazo”.

A resposta de França foi citando a apresentadora Xuxa: “e você entende o que é bom para natação a longo prazo? Para acabar que nem você, de atleta que é contra pedofilia foi parar no programa da Xuxa, que quando mais nova fazia atos sexuais com crianças. Me poupe, Joana, para de xingar os outros e cuida da sua família um pouco”.

O nadador apagou esta mensagem, porque seguidores entenderam que ele estava acusando Xuxa de pedofilia. Ele se arrependeu e negou: “eu não acusei ninguém, eu só disse o que a própria mídia disse algumas vezes”.

Joanna ficou ainda mais furiosa com estes comentários de Felipe e criticou a religião dele: “França, vai tomar no c… Tu é burro e um filho da p… de marca maior. Xuxa foi abusada na infância. Mas do que adianta pedir empatia e compreensão de evangélico fundamentalista que mal sabe escrever português? Não me dirige a palavra e vai a merda. Não se meta no meu trabalho”. De fato a maioria das publicações de Felipe tinham erros de português e foram corrigidos nesta matéria.

Felipe saiu da discussão criticando os palavrões de Joanna: “nao sei se é você mesma ou uma assessoria escrevendo por você, Joana. Mas é deste jeito que você quer que seja o futuro da natação? Todos com boca suja e mal educados?? Com certeza não será e eu não vou deixar!”.

A ex-nadadora também afirmou que Felipe, entre outros nadadores brasileiros, duvidam que ela tenha sofrido abusos sexuais na infância: “eu sempre soube de integrantes da seleção que pelas costas duvidavam do abuso que sofri e faziam comentários. Bom que já expus um. Tenho pena não. Gente escrota”.

Por fim, ela desabafou sobre os abusos sexuais novamente e voltou a ofender Felipe: “vou sair do twitter por hoje porque esse cidadão conseguiu me tirar do sério. O que mais dói, o que mais machuca uma vítima de abuso sexual, é ter que provar que realmente sofreu aquilo, algumas vezes ter que explicar, detalhar, reviver me dói igualmente. “Ah como você fez isso se foi abusada?” é o estigma, é a desconfiança. Esse cidadão só tem coragem de fazer isso por internet. Ao vivo, como a maioria, é frouxo. Não me surpreende, sempre foi limitado intelectualmente. Sou ex atleta, não preciso mais passar paninho porque essas pessoas não fazem mais parte do meu convívio. Faziam porque eu era obrigada. E agora eu exponho cada uma que vier me agredir. A mim ou a outras vítimas. Eu defendo cada uma delas. E agora vou sair, porque esse sentimento aqui dentro, além de fazer mal a mim, tá fazendo a meu filho. E ele não merece que eu derrame uma lágrima por um escroto como Felipe França”.