Patriots x Eagles: os recordes e tabus que entrarão em campo no Super Bowl 52

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2018 09h00
Reprodução / Twitter / NFLO Super Bowl entre New England Patriots e Philadelphia Eagles terá início neste domingo, às 21h (de Brasília)

Neste domingo (4), mais de 100 milhões de pessoas nos Estados Unidos (e um público crescente no Brasil) irão para a frente da TV para acompanhar o Super Bowl 52, a grande final do futebol americano. Em campo, o atual campeão New England Patriots enfrentará o Philadelphia Eagles, franquia que tenta conquistar o Troféu Vince Lombardi pela primeira vez. O famoso show do intervalo ficará por conta do astro Justin Timberlake.

Além da luta pela taça e pelo anel de campeão, uma série de recordes e tabus entrarão em campo no US Bank Stadium, grande palco da decisão em Minneapolis. Muitos destes recordes podem ser igualados ou batidos pelos Patriots, que buscam neste domingo o sexto Super Bowl, feito que colocaria o time de Boston no posto de maior campeão da final, ao lado do Pittsburgh Steelers.

O primeiro Super Bowl dos Patriots foi conquistado na temporada 2001/2002, já sob o comando da parceria entre o treinador Bill Belichick e o quarterback Tom Brady. Foram cinco títulos alcançados num intervalo de 15 anos, um feito que só pode ser comparado ao histórico San Francisco 49ers de Joe Montana e Steve Young, com cinco Super Bowls em 13 anos. Para muitos, o sexto título é tudo que New England precisa para se colocar de vez como a maior franquia da história da liga.


Até uma vitória dos Eagles pode dar um recorde aos Patriots: o de time que mais perdeu finais da NFL. Seria a quinta, igualando o Denver Broncos. Além do primeiro Super Bowl – os Eagles possuem dois títulos conquistados no período anterior à fusão das ligas e duas derrotas na decisão sob o formato atual -, o time de Philadelphia pode se tornar também o segundo time a vencer a final com um quarterback reserva desde 2001. O QB vencedor naquele ano era justamente Tom Brady.

Enquanto os Patriots entrarão em campo atrás de recordes, os Eagles chegarão à Minneapolis em busca de quebra de tabus. Uma delas envolve o histórico de revanches no Super Bowl – Eagles e Patriots se enfrentaram na decisão da temporada 2004/2005. Nas quatro revanches que já aconteceram na história da final, apenas em uma o time derrotado conseguiu se vingar.

Além disso, os Eagles tentarão superar um verdadeiro amuleto dos Patriots e da história recente da decisão: a camisa branca, usada pelos times que disputam a final na condição de visitantes. New England nunca foi derrotado quando disputou o Super Bowl vestido de branco. Nas últimas 13 finais, apenas um time de branco não ficou com o troféu: o Green Bay Packers em 2011.

Porém, apesar de o confronto com os Patriots parecer um “Davi contra Golias”, o Philadelphia Eagles chega à decisão como melhor time da Conferência Nacional. É a primeira vez desde 1979 que as duas melhores campanhas da temporada regular em cada conferência se enfrentam no Super Bowl.

Outro recorde previsto para a final não tem a ver com os times, e sim com a temperatura. Isso porque meteorologistas indicam que este deve ser o Super Bowl mais frio da história, com temperatura prevista na casa dos -15ºC. Sorte dos jogadores e do público que o US Bank Stadium é coberto!