Renault confirma que Kubica vai participar de teste após o GP da Hungria

  • Por Estadão Conteúdo
  • 24/07/2017 13h21
Kubica está fora da Fórmula 1 desde 2011

A possibilidade de Robert Kubica voltar a Fórmula 1 parece cada vez mais real. Nesta segunda-feira (24), a Renault anunciou que o piloto polonês vai participar dos testes coletivos agendados para a semana que vem, logo após a realização do GP da Hungria, no Hungaroring.

Esses testes vão ocorrer na pista húngara na terça e quarta-feira da próxima semana (1 e 2 de agosto) . Kubica será o responsável por pilotar o carro que a Renault utiliza na temporada 2017 da Fórmula 1. No dia seguinte, o bólido vai ser assumido pelo canadense Nicholas Latifi, que atualmente compete na Fórmula 2.

Kubica há havia realizado dois testes com o E20, carro que a então Lotus havia utilizado na temporada 2012 da Fórmula 1, em Valência e Paul Ricard. Agora ele vai ganhar uma nova chance em que a Renault aproveitará para avaliar a capacidade do polonês de voltar a competir pela equipe na Fórmula 1 em um futuro próximo, como explicou Cyril Abiteboul, diretor-executivo da equipe.

“Os dois primeiros dias de testes permitiram que Robert e nós mesmos reuníssemos uma grande quantidade de informações. A próxima sessão com o R.S.17 no Hungaroring nos permitirá obter dados detalhados e precisos em um carro atual e em condições representativas”, afirmou Abiteboul.

O dirigente demonstrou que esse próximo teste será um passo decisivo para a definição do futuro de Kubica. “Após este teste, analisaremos cuidadosamente as informações coletadas para determinar em que condições seria possível que Robert voltasse à competição nos próximos anos”, comentou.

Com a participação nos testes, Kubica encerrou um hiato de seis anos sem pilotar um carro da Fórmula 1. O polonês sofreu um grave acidente de rali às vésperas do início do campeonato de 2011, tendo machucado a mão, o que impediu a sua participação naquela temporada. O acidente interrompeu abruptamente a carreira do polonês, que conquistou uma vitória, em 2008, no GP do Canadá, pela Sauber. Kubica disputou 76 corridas na categoria entre 2006 e 2010.

Após longa recuperação das lesões na mão, com várias cirurgias, o polonês voltou ao automobilismo em 2013 em provas de rali. Em abril deste ano, ele realizou seu retorno aos monopostos ao pilotar um carro da GP3, na Itália. Agora existe a possibilidade de viabilizar o seu retorno à Fórmula 1.

SAUBER – A Sauber também anunciou nesta segunda-feira quais serão os seus pilotos nos testes no Hungaroring. A equipe contará com o sueco Gustav Malja no primeiro dia e o japonês Nobuharu Matsushita no segundo. Ambos competem na Fórmula 2.