Sobrando, Hamilton crava pole do GP da Espanha pela 5ª vez na carreira

A Mercedes se mantém 100% nos treinos de classificação, ou seja, conseguindo o primeiro lugar em todos eles

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2020 11h34
EFE/EPA/Albert GeaLewis Hamilton está aparentemente "imparável"nesta temporada

O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, cravou, neste sábado, a pole position do Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1, feito repetido pela quinta vez na carreira, que comprova o domínio da escuderia alemã nos treinos de definição do grid de largada. O seis vezes campeão mundial e líder da temporada marcou o tempo de 1min15s584, logo na primeira tentativa de volta rápida no Q3. Único a andar na mesma batida do dono do carro 44, o finlandês Valtteri Bottas não conseguiu melhorar a marca com o cronometro já zerado e ficou 59 milésimos atrás e partirá em segundo. Com a quinta pole na Espanha, além de chegar a 92 na carreira, aumentando a liderança do ranking histórico da Fórmula 1, Hamilton deixou para trás o ídolo Ayrton Senna, que largou na frente no GP da Espanha em quatro oportunidades. Na frente dos dois, está apenas o alemão Michael Schumacher, que acumulou sete poles.

Além disso, a Mercedes se mantém 100% nos treinos de classificação, ou seja, conseguindo o primeiro lugar em todos eles. O líder do Mundial repetiu o que fez nos Grande Prêmios da Estíria, Hungria e Grã-Bretanha; enquanto Bottas foi o mais veloz na Áustria e no GP do 70º Aniversário, na semana passada. Atrás dos carros do time alemão, ficou o do holandês Max Verstappen, da Red Bull, que foi 708 milésimos mais lento do que Hamilton. O vice-líder do campeonato dividirá a segunda fila com o mexicano Sergio Pérez, da Racing Point. O piloto, de 30 anos, conseguiu o quarto lugar no grid após duas provas de ausência, já que foi infectado pelo novo coronavírus e perdeu os Grandes Prêmios da Grã-Bretanha e do 70º Aniversário, ambos realizados em Silverstone, e só foi liberado para correr na Espanha nesta quinta-feira.

O ‘top-10’ do treino de hoje foi completado pelo canadense Lance Stroll, da Racing Point, que sairá em quinto, seguido pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull; o espanhol Carlos Sainz, e o britânico Lando Norris, ambos da McLaren; pelo monegasco Charles Leclerc, da Ferrari; e pelo francês Pierre Gasly, da AlphaTauri. A maior decepção da sessão classificatória foi de novo o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que não conseguiu sequer avançar do Q2, ao ficar apenas 2 milésimos de Norris. Com isso, o quatro vezes campeão mundial largará na 11ª colocação.

O Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1, que tem programadas 60 voltas, para os pilotos percorrerem 307.104 quilômetros, tem início previsto para às 10h10 (de Brasília).

*Com Agência EFE