Torcedor expulso do US Open por exaltar Hitler gritou ‘Alemanha acima de tudo’

Homem foi retirado de quadra após a denúncia do tenista alemão Alexander Zverev

  • Por Jovem Pan
  • 05/09/2023 15h03
EFE/David Guzmán González Alexander Zverev foi expulso do ATP 500 de Acapulco por agredir um árbitro Alexander Zverev denunciou a expressão nazista ao árbitro do US Open

A classificação do tenista Alexander Zverev às quartas de final do US Open, diante do italiano Jannik Sinner, na noite desta quarta-feira, 4, foi marcada por uma cena curiosa. Antes de sacar uma bola, o alemão interrompeu a partida para comunicar o árbitro James Keovathong que um torcedor gritou “uma frase de Hitler”. De acordo com a imprensa germânica, um homem teria disparado “Deutschland uber alles” (na tradução livre, “Alemanha acima de tudo”), frase da canção considerada “sagrada” pelo líder nazista. Após a denúncia, o juiz de cadeira chamou os seguranças da quadra central de Flushing Meadows, que retiraram o torcedor. Depois do jogo, Zverev ainda explicou por que não relevou a situação. “Adoro quando os torcedores gritam e se emocionam, mas acho que, sendo alemão e não estando realmente orgulhoso dessa história, não é realmente uma coisa boa para fazer”, explicou. “Se eu não reagir, acho que é ruim da minha parte”, acrescentou. Com a vitória, Zverev enfrentará o espanhol Carlos Alcaraz, atual número 1 do mundo, nesta quarta-feira, 6.

 

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.