Verstappen vence ‘corrida maluca’ da Fórmula 1 no GP da Alemanha

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2019 12h40
EFE/EPA/VALDRIN XHEMAJEsta foi a sétima vitória do jovem na carreira, e a segunda na temporada

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, venceu neste domingo (28) o Grande Prêmio da Alemanha, disputado no circuito de Hockenheim e marcado por chuvas e entradas de safety car. O líder do Campeonato Mundial de Pilotos, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, não conseguiu pontuar.

Esta foi a sétima vitória do jovem na carreira, a segunda na temporada, depois do GP da Áustria. A segunda colocação ficou com o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, que havia largado na última posição, devido a problemas no treino de classificação.

O pódio da surpreendente prova, em que seis pilotos não conseguiram chegar ao final, foi completado pelo russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, que repetiu o melhor desempenho da carreira, alcançado no GP da China, em 2016.

Safety car

Confirmando a previsão do tempo, a chuva atingiu a região de Hockenheim, o que fez o carro de segurança ser colocado a frente dos pilotos na volta de apresentação. Foram quatro giros pelo traçado, até que fosse feito o alinhamento do grid.

Verstappen começa mal e surpreende

Verstappen, que largou em segundo, começou mal a prova, perdeu posições e ainda atrapalhou o companheiro de Red Bull, o francês Pierre Gasly. A partir daí, no entanto, mostrou muito poder de reação e trabalhou bem com a equipe, com paradas nos boxes precisas, a cada bandeira amarela.

Enquanto o holandês se recuperava até chegar na liderança, Hamilton passou a viver muitos problemas, como, por exemplo, a dificuldade da Mercedes, que comemorava na Alemanha os 125 anos da equipe, em trocar os pneus. O britânico ainda rodou e caiu para o fim da fila, atrás das Williams.

O líder do campeonato ultrapassou o compatriota George Russell e o polonês Robert Kubica, ambos do time britânico e terminou na 11ª posição. Com isso, se manteve com 223 pontos na classificação do Mundial. A distância para o finlandês Valtteri Bottas, que tem 184, só não caiu, porque o companheiro de equipe bateu forte e abandonou.

Verstappen, por sua vez, foi a 162, pois além dos 25 pontos pela vitória, ainda conseguiu marcar mais um como dono da volta mais rápida. Já Vettel chegou a 141 e segue em quarto no campeonato.

O ‘top-10’ na Alemanha foi completado pelo canadense Lance Stroll, da Racing Point; pelo espanhol Carlos Sainz, da McLaren; pelo tailandês Alexander Albon, da Toro Rosso; pelo finlandês Kimi Raikkonen e pelo italiano Antonio Giovinazzi, ambos da Alfa Romeo; pelo francês Romain Grosjean e pelo dinamarquês Kevin Magnussen, que são da Haas.

*Com EFE