Vídeo celebra um ano para a Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio; veja

A Olimpíada de Tóquio foi adiada para 2021 devido à pandemia da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 23/07/2020 10h28 - Atualizado em 23/07/2020 10h30
ReproduçãoFalta um ano para a Olimpíada de Tóquio

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio divulgou, nesta quinta-feira, 23, uma mensagem de esperança, exatamente, um ano antes da data marcada para a Cerimônia de Abertura do evento, adiado por causa da pandemia da Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. O vídeo de três minutos, que tem narração da nadadora Rikako Ikee, que em fevereiro de 2019 anunciou que sofria de leucemia, foi a forma escolhida para marcar o início de uma nova contagem regressiva, já que não foram marcados grandes eventos, justamente, devido as restrições ainda existentes por causa da crise sanitária.

“O futuro que havíamos dado por certo, se transformou em algo completamente diferente”, afirma a atleta, que teve que parar a carreira por causa da doença que teve e, com o adiamento dos Jogos para 2021, tem chance de obter uma vaga olímpica.

Além de imagens da própria Ikee, também são mostradas Tóquio e outras cidades, além de esportistas olímpicos e paralímpicos homens e mulheres, em momentos de comemoração por feitos e em diversos gestos solidários. “O esporte não é só sobre os atletas. Os esportes ensinam a importância da solidariedade”, narra a nadadora.

Por fim, depois da exibição de imagens de equipes de saúde atuando durante a pandemia da Covid-19, toda de branco, Ikee aparece no Estádio Olímpico de Tóquio às escuras e pega um pequeno lampião, com a chama olímpica, o que faz todo o local se acender. “A esperança acende a chama”, diz a atleta, na mensagem que se tornou o lema dos Jogos de 2020, que acontecerão em 2021. O evento poliesportivo terá início em 23 de julho do próximo ano, e a Cerimônia de Encerramento está marcada para 8 de agosto. Já os Jogos Paralímpicos serão abertos em 24 de agosto e irão até 5 de setembro.

*Com EFE