Zanardi sofre acidente em prova de paraciclismo e é internado em estado grave

  • Por Jovem Pan
  • 19/06/2020 18h01 - Atualizado em 19/06/2020 18h03
EFEAlessandro Zanardi sofreu um grave acidente durante prova de paraciclismo

O italiano Alessandro Zanardi, ex-piloto de Fórmula 1 e vencedor de quatro medalhas de ouro no ciclismo paralímpico, foi internado em estado muito grave após sofrer um acidente em uma prova de paraciclismo nesta sexta-feira, 19, na Itália. Ele foi levado de helicóptero ao hospital Santa Maria alle Scotte, na província de Siena, com múltiplas fraturas e um ferimento na cabeça, após colidir com um caminhão em uma prova de estrada realizada na região. A competição tinha sido organizada para simbolizar o retorno à normalidade após o pior estágio da pandemia do novo coronavírus no país. Ele teve que passar por uma delicada neurocirurgia. “Os profissionais o atenderam de forma imediata, e suas condições de saúde são gravíssimas devido ao forte trauma sofrido na cabeça. Ele está neste momento submetido a uma delicada intervenção neurocirúrgica”, informou o hospital em comunicado.

Nascido em Bolonha, Zanardi, de 53 anos, começou a carreira no automobilismo como piloto de kart, e, em 1991, chegou à Fórmula 1 pela Jordan. Passou ainda por Minardi (1992) e Lotus (1993 e 1994), antes de se mudar para os EUA para competir pela Chip Ganassi na CART de 1996 a 1998. Em 1999, teve uma rápida volta à F-1 pela Williams. Dois anos depois, o italiano retornou à CART, desta vez pela Mo Nunn Racing. E, no Grande Prêmio de Lausitz, na Alemanha, quando liderava a prova, sofreu um acidente gravíssimo que causou a amputação de suas duas pernas e quase provocou sua morte. Após esse acidente, Zanardi conseguiu voltar ao automobilismo de alto nível, competiu no Mundial de WTCC com um carro adaptado e também entrou para o esporte paralímpico no ciclismo. Conquistou quatro medalhas de ouro, sendo duas em Londres-2012 e outras duas no Rio-2016 – e ainda faturou uma de prata em cada edição. O italiano ganhou ainda 12 títulos mundiais.

*Com informações da Agência EFE