Pacers e Bulls levam últimas vagas nos playoffs; Celtics garantem o topo do Leste

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/04/2017 11h37

Chicago Bulls avançou em oitavo e enfrentará os Celtics

Chicago Bulls avançou em oitavo e enfrentará os Celtics

Com vitórias fáceis conquistadas na rodada final da temporada regular, na noite desta quarta-feira, o Indiana Pacers e o Chicago Bulls garantiram as duas últimas vagas nos playoffs da NBA. Atuando em casa, a equipe de Indianápolis assegurou a sétima posição da Conferência Leste ao vencer o Atlanta Hawks por 104 a 86, em casa. Já o time de Illinois, também jogando como mandante, ficou com a oitava colocação e o consequente último lugar na próxima fase ao arrasar o Brooklyn Nets por 112 a 73.

Com isso, os Pacers fecharam a sua campanha nesta primeira fase da liga de basquete dos Estados Unidos com 42 vitórias e 40 derrotas e se credenciou para encarar nos playoffs o Cleveland Cavaliers, atual campeão, que acabou fechando a sua campanha como vice-líder do Leste ao ser derrotado pelo Toronto Raptors por 98 a 83, em casa, em um dos 14 duelos que encerraram a temporada regular nesta quarta-feira.

O Cavaliers acabou sendo ultrapassado na reta final desta fase pelo Boston Celtics, que assegurou o topo do Leste ao superar o Milwaukee Bucks por 112 a 94, também atuando em seus domínios. Assim, o time de Massachusetts finalizou sua campanha nesta temporada regular com 53 triunfos e 29 derrotas, enquanto a equipe de LeBron James se despediu desta fase com 51 vitórias em 82 jogos.

A mesma campanha ostentou justamente os Raptors, que terminou em terceiro lugar do Leste por estar em desvantagem no confronto direto com os Cavaliers. Mesmo assim, o time canadense irá entrar com vantagem do maior número de mandos de quadra nesta primeira rodada dos playoffs, nos quais irá encarar o Bucks, sexto colocado desta conferência.

Já os Bulls finalizaram a sua campanha na temporada regular com 41 vitórias e 41 derrotas e tentará reverter a desvantagem do menor número de mandos de quadra diante do Boston Celtics, que poderá fazer até quatro jogos em casa, contra no máximo três da equipe de Chicago, para avançar ao estágio seguinte dos playoffs.

O Miami Heat também terminou a temporada regular com 41 triunfos e 41 derrotas ao derrotar o Washington Wizards por 110 a 102, em casa, mas ficou em desvantagem nos critérios de desempate com o Bulls e acabou sendo eliminado.

O Heat esperava contar com um possível tropeço dos Pacers, principalmente, já que os Nets, rival dos Bulls na rodada final, é o lanterna geral da NBA e tinha chances mínimas de surpreender nesta quarta. Porém, o time de Indianápolis também fez valer com tranquilidade o fator quadra ao ser impulsionado principalmente pela boa atuação de Paul George, cestinha do jogo contra a equipe de Atlanta, com 32 pontos, e que ainda garantiu um “double-double” ao pegar 11 rebotes.

Já no arrasador triunfo dos Bulls, Jimmy Buttler foi o maior pontuador do jogo, com 25 ao total, enquanto o suplente Paul Zipser também se destacou ao sair do banco para marcar 21. O brasileiro Cristiano Felício também esteve em quadra pela equipe de Chicago e exibiu uma atuação discreta ao ajudar sua equipe com quatro pontos, dois rebotes e uma assistências nos 19 minutos que atuou.

WESTBROOK VOLTA E É HOMENAGEADO – Depois de ter sido poupado na rodada anterior, Russell Westbrook fez nesta quarta-feira o seu primeiro jogo pelo Oklahoma City Thunder, em casa, após ter quebrado o recorde histórico de “triple-doubles” em uma temporada da NBA. Antes disso, o astro foi homenageado dentro de quadra ao receber um troféu de Oscar Robertson, que teve o seu recorde que perdurava desde 1962 batido no último final de semana por Westbrook, que conseguiu a marca de 42 jogos contabilizando dois dígitos em três fundamentos, superando as 41 partidas com este feito alcançadas pelo ex-jogador na temporada 1961/1962.

E com a vaga nos playoffs garantida com bastante antecipação, o Thunder voltou a preservar Westbrook, que atuou por apenas 18 minutos na vitória por 111 a 105 sobre o já eliminado Denver Nuggets. Neste curto período, ele ficou bem longe de seu habitual nível de atuação ao fazer apenas cinco pontos, apanhar cinco rebotes e distribuir oito assistências.

Ao fechar a sua campanha como sexto colocado do Oeste, o time de Oklahoma irá encarar nos playoffs o Houston Rockets, terceiro desta conferência.

HARDEN FAZ HISTÓRIA – A grande atração deste duelo da próxima fase será o embate entre Westbrook e James Harden, outro grande nome desta temporada, que nesta quarta-feira fez história na vitória por 123 a 118 sobre o Minnesota Timberwolves, em casa. O jogador alcançou o seu 22º “triple-double” nesta edição da NBA ao marcar 27 pontos, pegar 12 rebotes e dar 12 assistências.

Candidato a MVP (jogador mais valioso) da competição, Harden se tornou o primeiro jogador da história da NBA a terminar uma temporada regular com ao menos 2 mil pontos (fez 2.356 até aqui), 900 assistências (contabiliza já 907) e 600 rebotes (ostenta hoje 659).

Também neste duelo, o brasileiro Nenê atuou por 16 minutos e ajudou os Rockets com nove pontos e dois rebotes. Pelo Timberwolves, Karl-Anthony Towns foi o cestinha da partida, com 28 pontos, e ainda garantiu um “double-double” ao apanhar 21 rebotes.

WARRIORS – Atual vice-campeão da NBA e dono da melhor campanha desta temporada, o Golden State Warriors fechou a sua participação nesta fase da competição com uma vitória por 109 a 94 sobre o Los Angeles Lakers, em casa. Foi o 67º triunfo da equipe em 82 jogos, retrospecto que também serve para credenciar o líder do Oeste como grande favorito na série que fará contra o Portland Trail Blazers, oitavo colocado desta conferência, na primeira rodada dos playoffs.

Os Blazers, por sinal, terminaram este estágio da NBA com uma derrota por 103 a 100 para o já eliminado New Orleans Pelicans, em casa. O time, porém, já poupou forças visando os playoffs e não tinha mais objetivos a buscar neste duelo.

Os Warriors também já tinham o topo assegurado há bastante tempo, mas mesmo assim voltou a contar com a dupla de astros Kevin Durant e Stephen Curry liderando a equipe rumo a novo triunfo com 29 e 20 pontos, respectivamente, para a alegria de seus torcedores.

Já o San Antonio Spurs, vice-líder do Oeste, acabou sendo batido pelo Utah Jazz por 101 a 97, fora de casa, neste fechamento de temporada regular. Porém, o time também já atuou com a cabeça nos playoffs, no qual defenderá a vantagem do maior número de mandos de quadra diante do Memphis Grizzlies, o sétimo colocado desta conferência, que nesta quarta foi superado em casa pelo eliminado Dallas Mavericks, por 100 a 93.

O Jazz, por sua vez, fechou sua campanha com a quinta posição do Oeste e medirá forças na próxima fase contra o Los Angeles Clippers, que contabilizou as mesmas 51 vitórias em 82 jogos da equipe de Utah e ficou na quarta posição pelos critérios de desempate. 

O time da Califórnia assegurou o quarto lugar ao superar o Sacramento Kings por 115 a 95, em casa, em outra partida desta quarta-feira à noite. Assim, o Clippers também assegurou a vantagem de ter um maior número de mandos de quadra nesta série contra o Jazz.

Os playoffs da NBA começarão neste sábado com quatro jogos, sendo um deles envolvendo o campeão Cavaliers atuando em casa. Já para domingo estão previstas outras quatro partidas, quando o Warriors receberá o Blazers em Oakland. Confira os confrontos e a primeira rodada dos playoffs:

Sábado

Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers
Toronto Raptors x Milwaukee Bucks
San Antonio Spurs x Memphis Grizzlies
Los Angeles Clippers x Utah Jazz

Domingo

Washington Wizards x Atlanta Hawks
Golden State Warriors x Portland Trail Blazers
Boston Celtics x Chicago Bulls
Houston Rockets x Oklahoma City Thunder