Pai emociona ao cumprir promessa e revela “várias propostas” por Gabigol

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2016 19h48

Pai de Gabigol deu a volta no gramado da Vila Belmiro de joelhos após o bicampeonato paulista do Santos

Pai de Gabigol deu a volta no gramado da Vila Belmiro de joelhos após o bicampeonato paulista do Santos

A conquista do bicampeonato paulista pelo Santos foi especial para Valdemir. Pai de Gabigol, ele finalmente pôde cumprir a promessa que havia feito ainda antes final da Copa do Brasil, no ano passado: se o time alvinegro fosse campeão, ele daria a volta no gramado de joelhos, com uma estátua de Nossa Senhora Aparecida em mãos. Como o Santos perdeu a decisão do torneio nacional para o Palmeiras, ele só conseguiu cumprir o juramento neste domingo, após a vitória contra o Audax, na Vila Belmiro. 

O título estadual fez Valdomiro percorrer todo o perímetro do gramado do estádio santista de joelhos. Comovente, a cena foi percebida pelo repórter da Rádio Jovem Pan Luís Carlos Quartarollo, que foi conversar com o pai de Gabigol. Ele, então, explicou a promessa e rasgou elogios ao filho. 

A promessa era pelo título, desde a Copa do Brasil, que não aconteceu. Não sei onde meu filho vai chegar. Ele vai até onde Nossa Senhora da Aparecida quiser. Faria tudo de novo, desde quando ele chegou ao clube, ainda aos oito anos. Ele é um garoto guerreiro, batalhador e sabe o que quer. Hoje ele está colhendo os frutos que ele plantou“, afirmou.

Em meio a tanta emoção, Valdemir deixou escapar que o atacante pode, de fato, deixar o Santos na próxima janela de transferência europeia, que será aberta no meio do ano. Gabigol está em alta, foi convocado para a Copa América Centenário e tem tudo para também representar a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. 

Não sabemos (se Gabigol fica ou sai do Santos)”, disse o pai do jogador. Ele tem várias propostas. Pensamos em dar ao Santos tudo aquilo que o Santos ofereceu para ele. A gente quer sair pela porta da frente e voltar pela porta da frente. Não temos pressa. Se ele não sair nessa janela, pode sair na outra, ou na outra… Queremos deixar o Santos bem estruturado”, decretou. 

Também depois da final, o presidente do clube alvinegro, Modesto Roma Júnior, disse que não pretende se desfazer de nenhum jogador de ponta. A gente segura os atletas o máximo que consegue. Isso, para o futebol do Brasil, é muito bom, afirmou.