Palmeiras perde para Atlético-MG por 1 a 0 e sai em desvantagem nas oitavas

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2014 23h59

Luan entrou em campo no segundo tempo e fez o gol da vitória do Atlético-MG

Luan comemora gol do Atlético-MG sobre o Palmeiras

O Palmeiras entrou em campo, na noite desta quarta-feira (27), no Estádio do Pacaembu, para disputar o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG. Um dia depois de comemorar o seu centenário, o Verdão não conseguiu dar um presente para seus torcedores e acabou perdendo para o Galo pelo placar de 1 a 0.

O primeiro tempo terminou sem gols e o grande destaque da etapa foi o goleiro Fábio, do Palmeiras, que evitou três gols claros do Atlético-MG. No segundo tempo, aos 25 minutos, Luan, que havia entrado há pouco, fez o primeiro gol do Atlético-MG.

Com o resultado, o Palmeiras larga em desvantagem na decisão e precisará de um resultado positivo na casa do adversário para se classificar para as quartas de final do torneio nacional.

A partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil entre Palmeiras e Atlético-MG será realizada na próxima quinta-feira (4), às 20h (de Brasília), no Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

O jogo – O Palmeiras começou a partida tentando se impor dentro de campo, mas não criou uma grande chance de gol nos primeiros minutos.

Quem assustou primeiro na verdade foi o Atlético-MG que, aos seis minutos, teve chance na bola parada. Dátolo cruzou na área, Leonardo Silva cabeceou para fazer o gol, mas ele foi anulado por impedimento.

Aos 11 minutos, o Galo criou uma oportunidade em cruzamento da direita de Jô. Diego Tardelli finalizou na cara do gol e o goleiro Fábio fez uma defesa espetacular, um verdadeiro milagre.

O Palmeiras não conseguia invadir a área do adversário e apostava muito nos arremates de longe, mas essa tática não teve eficácia no primeiro tempo.

Com 29 minutos de partida, foi a vez de o arqueiro alviverde brilhar novamente. Após bate e rebate na área, a bola chegou até Pedro Botelho, que girou e finalizou, mas Fábio fez bela defesa e evitou que o Atlético-MG abrisse o placar.

O Atlético-MG cresceu no jogo na metade do primeiro tempo, mas não criou tantas chances claras de gol. O Galo voltou a assustar bastante aos 41, quando Jô recebeu pela direita, partiu em velocidade e finalizou de dentro da área, mas Fábio, vivendo uma noite iluminada, voltou a ser o obstáculo para o primeiro gol da equipe mineira.

Aos 43 do primeiro tempo, Mazinho invadiu a área e foi derrubado por Jemerson. O árbitro marcou pênalti para o Palmeiras. Na cobrança, Henrique bateu e fez o gol, mas a arbitragem invalidou o lance marcando invasão na área. Na segunda tentativa, o camisa 19 do Palmeiras bateu para fora e a torcida ficou furiosa com o árbitro.

A etapa inicial de partida no Pacaembu terminou com dois gols anulados e as duas equipes foram para os vestiários com o placar marcando 0 a 0.

No segundo tempo, novamente foi o Atlético-MG que começou assustando e novamente Fábio apareceu bem. Após cobrança de falta de Dátolo na área, Leonardo Silva desviou e o goleiro do Palmeiras fez boa defesa.

O jogo continuou muito truncado e poucas chances claras de gol foram criadas. Aos 11, Maicosuel finalizou, mas Fábio espalmou para escanteio. Um minuto mais tarde, o mesmo Maicosuel tentou fazer tabela com Jô, mas a zaga palmeirense afastou.

Os técnicos Ricardo Gareca, do Palmeiras, e Levir Culpi, do Atlético-MG, promoveram mudanças em seus times. O comandante do Palmeiras lançou Mouche e Cristaldo na metade do segundo tempo e o treinador do Galo colocou André e Luan na equipe.

E Luan, que entrou aos 22, só precisou de três minutos em campo para abrir o placar. Em bom contra-ataque armado pelo Atlético-MG, Maicosuel cruzou da esquerda e Luan, de cabeça, mandou para o fundo do gol: 1 a 0.

O Palmeiras teve uma excelente chance aos 46, quando Pablo Mouche recebeu na esquerda e finalizou, mas Victor espalmou para escanteio e salvou o Atlético-MG.

No último minuto de jogo, Felipe Menezes viu a bola sobrar no meio da área, finalizou, mas Victor fez bela defesa e evitou o empate. O Galo soube administrar bem a vantagem e voltou para casa com um bom resultado fora de casa. Boa situação para o Atlético-MG para a partida de volta.