Palmeiras perde para o Nacional de novo e fica perto de sair da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2016 23h42
Nico López marcou novamente contra o Palmeiras e deixou o time brasileiro em situação muito delicada

Cuca chegou ao Palmeiras animado para treinar o time para o qual torce. No entanto, sabia que a primeira missão já era complicadíssima: enfrentar o Nacional-URU fora de casa, pela quarta rodada da Libertadores. E a dificuldade não ficou só na teoria: diante do adversário que o derrotou no Allianz Parque na semana passada, o Verdão não conseguiu ter uma boa atuação na noite desta quinta-feira (17) e perdeu novamente, desta vez por 1 a 0.

Se, na semana anterior, o Nacional se limitou a se defender nos primeiros minutos de jogo, desta vez os papéis foram trocados. O time uruguaio buscou o gol desde o começo e, logo aos três minutos, teve grande chance para marcar. López recebeu passe na direita, atrás da defesa alviverde, e parou em defesa de Fernando Prass antes que conseguisse cruzar para os companheiros livres na área.

O Palmeiras não conseguia manter a posse de bola e via o adversário chegar ao ataque, mesmo que sem tanto perigo quanto da primeira vez. Um novo susto só aconteceu aos 30 minutos, quando López ajeitou para Barcia bater por cima. Pouco depois, Edu Dracena cortou na área e Fernández bateu à direita. De resto, o primeiro tempo foi pegado e cheio de tensão, com discussões a cada chegada mais dura, mas sem gols.

Após o intervalo, Cuca colocou Robinho e Gabriel Jesus no lugar de Allione e Egídio. E aos três minutos a dupla mostrou que a decisão poderia dar resultado: Robinho roubou a bola no meio e lançou Gabriel Jesus, que tentou encobrir Esteban Conte, mas mandou direto para as mãos do goleiro. Do outro lado, o Nacional foi mais eficiente: Fernández abriu na esquerda para Ramirez, que abriu espaço e cruzou para Nico López, livre dentro da área, cabecear para o gol.

A situação do Palmeiras continuou delicada depois do gol. Com muita pressa e pouca estratégia, a equipe passou a atacar, mas sem conseguir chegar na área rival. Quando o fez, aos 24 minutos, Barrios desviou de letra na área e a defesa tirou. Pouco depois, em contra-ataque, López saiu livre e parou em grande saída de Fernando Prass.

Os últimos minutos da partida ficaram novamente parecidos com o duelo anterior. Sem criatividade e diante de um adversário fechado na defesa, o alviverde se limitou a levantar a bola na área, o que não resultou em nenhuma chance de gol concreta. Até o apito final, somente Alecsandro conseguiu uma boa finalização, que, no entanto, parou em defesa do goleiro.

Agora, o Verdão se complicou de vez na briga pela vaga na próxima fase. Com apenas quatro pontos, a equipe está na terceira posição no Grupo 2, contra sete do Rosario Central e oito do Nacional. Na próxima rodada, o desafio será contra o Rosario na Argentina, enquanto o River Plate recebe o Nacional.