Palmeiras pode ser oficializado como campeão mundial no dia do centenário

  • Por Fredy Junior
  • 03/08/2014 10h02
Futebol: o presidente do Palmeiras, Affonso della Monica, ergue taça da Copa Rio conquistada pela equipe em 1951 durante entrevista coletiva, no estádio do Parque Antarctica, em São Paulo, SP. A FIFA homologou o título, que ganhou status de Mundial de Interclubes. (São Paulo, SP, 30.03.2007. Foto de Fernando Santos/Folhapress)Ex-presidente do Palmeiras

O Palmeiras está muito perto de ser oficializado como o primeiro campeão mundial da história, tanto que já existe até uma suposta data para o anúncio. De acordo com informações internas no Palestra Itália, o anuncio que a Copa Rio de 1951 foi reconhecida como um torneio mundial pela Fifa será feita no jantar de centenário do clube, celebrado no dia 26 de agosto.

A informação não é confirmada pela diretoria palmeirense, que guarda a notícia a sete chaves, mas especulações nos bastidores afirmam que já há a sinalização positiva da Fifa para tratar o torneio com um campeonato mundial.

O Palmeiras enviou ainda em 2006 um dossiê para a entidade máxima do futebol pedindo o reconhecimento da Taça Rio. O pedido ganhou força neste ano, quando o palmeirense Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista e futuro comandante da CBF, pediu ao comitê executivo da Fifa reconsiderar o caso.

A Taça Rio de 1951 foi um torneio organizado no Brasil para recuperar o ânimo da torcida brasileira depois da tragédia da Seleção na Copa de 1951. A competição contou com campeões nacionais da América do Sul e da Europa. Apenas Áustria e Itália não enviaram os seus campeões. Participaram Áustria Viena (Áustria), Estrela Vermelha (Iugoslávia), Juventus (Itália), Nacional (Uruguai), Nice (França), Sporting (Portugal), Vasco da Gama e Palmeiras (Brasil), representando os campeões carioca e paulista, respectivamente.

O dossiê alviverde mostra toda a repercussão e festa do título do clube, que empatou com a Juventus em 2 a 2 no Maracanã na partida decisiva e garantiu o título. Em 2007, um fax da entidade tinha confirmado o título, mas a Fifa voltou atrás na decisão.