Palmeiras sai na frente, mas toma virada do Sampaio Corrêa e se complica

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2014 23h54

O Palmeiras perdeu de virada para o Sampaio Corrêa e se complicou na busca pela classificação

Folhapress Sampaio Corrêa e Palmeiras jogam no estádio Castelão

Estreando na segunda fase da Copa do Brasil, o Palmeiras entrou em campo no estádio Castelão, em São Luís (MA), para medir forças com o Sampaio Corrêa. E o alviverde de Palestra Itália foi para o Maranhão com o objetivo de eliminar o jogo de volta. O Palmeiras até abriu o placar, aos 21 minutos do primeiro tempo, mas acabou sofrendo uma virada bastante inesperada e perdeu pelo placar de 2 a 1.

O primeiro gol do jogo foi marcado por Henrique, que abriu o placar para o Palmeiras aos 21 minutos do segundo tempo. Aos 36 e 39 minutos, Edimar e Edgar marcaram para o Sampaio Corrêa e decretaram a virada.

Com o resultado, o Sampaio Corrêa força a realização da partida de volta, que será na próxima quarta-feira (14), no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Na terceira fase da Copa do Brasil, quem passar do duelo entre Sampaio Corrêa e Palmeiras pega o vencedor do confronto entre ASA e Avaí. Nesta quarta-feira, no jogo de volta, disputado no estádio municipal de Arapiraca, o ASA fez a alegria de sua torcida e venceu por 3 a 2. A partida de volta será realizada na terça-feira (13), no estádio da Ressacada, casa do Avaí.

O jogo – O primeiro tempo de jogo no estádio Castelão foi bem fraco e com raras chances de gol. O Sampaio Corrêa começou tentando impor pressão, mas foi o Palmeiras que criou a primeira chance de perigo, aos 20 minutos, quando Wendel recebeu bola dentro da área, partiu em direção ao gol e tentou finalizar, mas foi travado com carrinho.

O Palmeiras teve ainda mais uma boa chance, aos 45 minutos, quando Wesley, em cobrança de falta de perto da área, bateu bem para o gol, mas viu o goleiro Rodrigo Ramos se esticar e espalmar a bola para escanteio. A etapa inicial terminou sem gols e com pouquíssimas emoções.

No segundo tempo, o Palmeiras começou tentando partir para o ataque, mas foi o Sampaio Corrêa que assustou primeiro. Aos oito minutos, Arlindo Maracanã mandou uma forte cobrança de falta da intermediária direto para o gol e Fábio espalmou, salvando o Verdão.

Mais tarde, aos 16 minutos, Willian Paulista recebeu a bola, girou para cima de Marcelo Oliveira e mandou um forte chute para o gol, mas Fábio salvou o Palmeiras novamente.

Logo depois de tomar sufoco em duas oportunidades, o Palmeiras abriu o placar. Mendieta recebeu na entrada da área, deu um belíssimo passe para Henrique, que finalizou de canhota, cruzado, fez 1 a 0 aos 21 minutos.

Três minutos após o gol palmeirense, o Sampaio Corrêa chegou com lançamento longo, mas Fábio saiu do gol e fez o corte na hora certa. Na sequência, bola foi finalizada, mas zaga do Palmeiras bloqueou a finalização.

Aos 36, o Palmeiras tomou um balde de água fria. Arlindo Maracanã cruzou da esquerda, na medida, e Edimar cabeceou firme para o gol, sem chances de defesa para o goleiro Fábio. Tudo igual no estádio Castelão.

Apenas três minutos depois de tomar o gol de empate, Edgar recebeu bom passe, partiu em velocidade, invadiu a área e tocou no canto do gol defendido por Fábio, decretando a virada do Sampaio Corrêa.

Nos minutos finais, o Palmeiras até tentou buscar o empate, mas não conseguiu impor pressão. Agora, o Verdão terá que buscar o resultado no jogo de volta para buscar a classificação para a terceira fase.