Papa recebe Juventus e Milan na véspera da final da Copa da Itália

  • Por Agência EFE
  • 20/05/2016 10h58
Papa - Agência EFE

O papa Francisco recebeu nesta sexta-feira no Vaticano as delegações das equipes da Juventus e do Milan, na véspera da final da Copa da Itália, que será disputada no sábado no estádio Olímpico de Roma.

Os dois clubes, que chegaram ontem à capital italiana, foram recebidos em audiência pelo papa na Sala Clementina do Palácio Apostólico, acompanhados também por uma delegação liderada pelo presidente da “Lega Série A”, Maurizio Beretta, e da equipe de arbitragem que dirigirá o duelo de amanhã.

O pontífice os encorajou a demonstrar que cada um de deles, antes de ser jogador, é uma pessoa, com seus limites e suas virtudes, mas sobretudo com sua consciência, “que espero que esteja sempre iluminada pela relação com Deus”.

“Que não falte, entre vós, a fraternidade, o respeito, a compreensão e o perdão. Faça com que o homem esteja em harmonia com o atleta. Seja campeão no esporte, mas sobretudo na vida!”.

Francisco elogiou o trabalho da “Leiga Série A” para que o “futebol possa ser uma mensagem positiva para toda a sociedade”.

No ato, Maurizio Beretta entregou ao papa, que é um grande amador do futebol, a bola da final da Copa Itália e uma cópia do troféu que será levantado amanhã.