Para Johan Cruyff, “Barcelona perdeu prestígio mundial”

  • Por Agencia EFE
  • 03/11/2014 18h40

Cruyff diz que Holanda tem uma equipe muito jovem e que pode sentir a pressão

EFE Ídolo do Barcelona e da seleção holandesa

O ex-jogador holandês Johan Cruyff afirmou que o Barcelona “perdeu prestígio mundial” e que os problemas jurídicos envolvendo a diretoria “não favorecem a estabilidade” que a equipe precisa.

Depois da pré-estreia de um documentário sobre os 40 anos de sua chegada à Catalunha para atuar pelo time, Cruyff reclamou da influência de fatores extracampo no rendimento dos jogadores. “Há muitos julgamentos (Ação de Responsabilidade Social, Neymar, caso Masia) que envolvem o Barça e não ajudam para que as coisas andem bem”, disse.

Além disso, ele não poupou críticas à fase da equipe dentro das quatro linhas. “É muito difícil opinar sem estar dentro da equipe. As pequenas coisas são as mais importantes, e nos últimos dois anos elas não foram trabalhadas o suficiente. Para fazer o time funcionar, primeiro é preciso saber o que dava certo para perceber o que não funciona”, frisou.

“Quase não tenho contato com a atual direção, o clube não está contente com o que está acontecendo e não faz sentido seguir em contato” declarou Cruyff quando perguntado sobre seu relacionamento com a diretoria do clube.

Em relação ao atual técnico, Luis Enrique, que começa a ser contestado pelos torcedores, Cruyff foi irônico.

“Luis Enrique tem uma coisa boa. Eu o contratei, mas depois me demitiram e não pude treiná-lo”, disse.